Topo

Oscar


Democracia em Vertigem é indicado ao Gotham Awards e ganha força para o Oscar

Cena de Democracia em Vertigem - Divulgação/Orlando Brito
Cena de Democracia em Vertigem Imagem: Divulgação/Orlando Brito

Do UOL, em São Paulo

24/10/2019 11h52

O documentário brasileiro Democracia em Vertigem ganhou mais força na briga por uma vaga no Oscar 2020. Após surgir no Critics Choice Awards e no IDA Awards, a produção da Netflix dirigida por Petra Costa foi indicada hoje ao Gotham Awards, uma das mais importantes premiações independentes dos EUA.

O Gotham é um dos termômetros para o Oscar. Na categoria de documentário, os últimos sete vencedores do prêmio também conseguiram uma vaguinha na lista do Oscar.

Democracia em Vertigem, que mistura histórias pessoais e familiares de Costa com a trajetória política do Brasil, especialmente o impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT), foi indicado na categoria de melhor documentário.

A produção compete pelo troféu com quatro outros documentários: Indústria Americana, título da Netflix produzido pelo casal Barack e Michelle Obama; Apollo 11, que aborda a missão que colocou o homem na Lua; Midnight Traveler, sobre a fuga de um cineasta afegão do Talibã; e One Child Nation, que examina as consequências da política chinesa que proibia famílias de terem mais de um filho.

O Gotham Awards vai anunciar os seus vencedores em 2 de dezembro, em cerimônia em Nova York. Confira a lista completa de indicados:

Melhor filme
The Farewell
As Golpistas
História de Um Casamento
Uncut Gems
Waves

Melhor documentário
Indústria Americana
Apollo 11
Democracia em Vertigem
Midnight Traveler
One Child Nation

Bingham Ray Award - Diretor revelação
Laure de Clermont-Tonnerre, por The Mustang
Kent Jones, por Diane
Joe Talbot, por The Last Black Man in San Francisco
Olivia Wilde, por Fora de Série
Phillip Youmans, por Burning Cane

Melhor roteiro
Lulu Wang, por The Farewell
Tarell Alvin McCraney, por High Flying Bird
Jimmie Fails, Joe Talbot & Rob Richert, por The Last Black Man in San Francisco
Noah Baumbach, por História de um Casamento
Ari Aster, por Midsommar: O Mal Não Espera a Noite

Melhor ator
Willem Dafoe, por O Farol
Adam Driver, por História de Um Casamento
Aldis Hodge, por Clemency
André Holland, por High Flying Bird
Adam Sandler, por Uncut Gems

Melhor atriz
Awkwafina, por The Farewell
Elisabeth Moss, por Her Smell
Mary Kay Place, por Diane
Florence Pugh, por Midsommar: O Mal Não Espera a Noite
Alfre Woodard, por Clemency

Melhor ator revelação
Julia Fox, por Uncut Gems
Aisling Franciosi, por The Nightingale
Chris Galust, por Give Me Liberty
Noah Jupe, por Honey Boy
Jonathan Majors, por The Last Black Man in San Francisco
Taylor Russell, por Waves

Melhor série estreante (mais de 40 minutos)
Chernobyl
David Makes Man
My Brilliant Friend
Unbelievable
Olhos Que Condenam

Melhor série estreante (menos de 40 minutos)
PEN15
Ramy
Boneca Russa
Tuca & Bertie
Undune

Oscar