PUBLICIDADE
Topo

Rock in Rio: repórteres do Multishow comemoram gritos contra censura

China e Day como repórteres do Multishow durante o Rock in Rio - Reprodução/Multishow
China e Day como repórteres do Multishow durante o Rock in Rio Imagem: Reprodução/Multishow

Do UOL

03/10/2019 17h05

O show de forte teor político apresentado por Francisco, el Hombre e Monsieur Periné, hoje no Rock in Rio, com várias mensagens contra censura e protestos contra o governo federal e pela Amazônia, empolgou os repórteres China e Day, do Multishow. A dupla da emissora que transmite o festival afirmou que as frases ditas pelos artistas no palco estavam "entaladas".

"Falaram muitas coisas nesse palco que a gente está aqui engasgado, querendo falar também. Você sabia, minha joia, que tem várias peças de teatro sendo censuradas, shows sendo censurados? Eu achei que a palavra censura ficaria lá na ditadura militar, e está tão presente na nossa vida hoje. É muito legal esse posicionamento dos artistas, de bater o pé e dizer 'aqui não, meu amigo, somos um país livre'", afirmou China.

"Nesse show, eles trouxeram notoriedade para várias coisas que estão engasgadas aqui, e teve um momento muito legal que a Marina subiu lá no palco e falou 'mulheres na frente'. E passando várias mensagens incríveis, lá atrás [no telão] com imagens de Marielle, de Dilma, de Ághata, da Greta, que está lutando pelo nosso ambiente com apenas 16 anos", completou Day.

China ainda ironizou um grito contra o presidente Jair Bolsonaro como hit desde o Carnaval.

"O povo está cantando aí essa música que é hit desde o carnaval", encerrou China, enquanto o público gritava "Ei Bolsonaro, vai tomar no c*".

Hoje é o quarto dia de Rock in Rio 2019, e as atrações no palco Mundo são Capital Inicial, Nile Rodgers & Chic, Panic! at the Disco e Red Hot Chili Peppers. No palco Sunset, Francisco, el Hombre & Monsieur Periné; Pará Pop e convidados; Emicida & Ibeyi e Hip Hop Hurricane com Nova Orquestra, Rael, Agir, Baco Exu do Blues & Rincon Sapiência agitam a galera. São 14 horas de shows por dia, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, com nove palcos e espaços, além da programação nas arenas. O festival vai até domingo, dia 6.