Topo

Filmes e séries


Por que prestar atenção em Jharrel Jerome, mais jovem ganhador do Emmy 2019

Jharrel Jerome recebe seu Emmy de melhor ator em minissérie ou filme para a TV por seu papel em Olhos Que Condenam - Jeff Kravitz/FilmMagic
Jharrel Jerome recebe seu Emmy de melhor ator em minissérie ou filme para a TV por seu papel em Olhos Que Condenam Imagem: Jeff Kravitz/FilmMagic

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

23/09/2019 12h37

Jharrel Jerome fez história na noite de ontem ao ganhar o primeiro Emmy de sua carreira. O ator de 21 anos, premiado após interpretar Korey Wise na série da Netflix Olhos Que Condenam, foi também o mais jovem vencedor da noite, além de ter se tornado o primeiro afro-latino premiado como melhor ator em minissérie ou filme para TV.

Com um discurso em que exaltou "os cinco inocentados" - os personagens reais que foram condenados por um crime que nunca cometeram - o jovem ator emocionou a plateia estrelada e o público que acompanhava a premiação. O reconhecimento emocionou também os cinco personagens reais, que estavam na plateia aplaudindo de pé o ator, inclusive o próprio Korey Wise.

"Isso é para os homens que conhecemos como os 'cinco inocentados'. Isso é para Raymond, Yusef, Antron, Kevin e Korey", agradeceu Jharrel, relembrando Raymond Santana, Yusef Salaam, Antron McCray, Kevin Richardson e Korey Wise, que foram condenados injustamente por estuprarem e agredirem em 1989 uma mulher no Central Park, em Nova York, nos Estados Unidos.

O ator, que já havia se destacado há três anos por seu papel no filme vencedor do Oscar Moonlight, ganha agora todos os holofotes após se entregar totalmente ao papel na minissérie dirigida por Ava Duvernay. Do elenco escalado para viver 'os cinco inocentados', ele é o único que interpreta o personagem tanto na adolescência como na vida adulta, quando eles deixam a cadeia.

Jharrel Jerome e Korey Wise nos bastidores de Olhos Que Condenam - Atsushi Nishijima/Netflix
Jharrel Jerome e Korey Wise nos bastidores de Olhos Que Condenam
Imagem: Atsushi Nishijima/Netflix

Oprah Winfrey sem palavras

"Foi a coisa mais difícil que eu já fiz ou me permiti fazer para acessar essa emoção e ter essa mentalidade. Nunca poderia ser o Korey Wise. Ninguém estaria à altura dele. Só fiz o possível para representá-lo", contou Jerome em entrevista à Oprah Winfrey, que inclusive virou um especial na Netflix. "Eu não tenho palavras para descrever o que o seu talento fez por todos nós", declarou a mais importante apresentadora da TV norte-americana ao apresentar o ator.

Jharrel Jerome ainda contou que a parte mais difícil foi se adaptar ao modo de falar específico de Korey, o que só conseguiu após dois meses de treinamento com um coach vocal. "Quando encontrei a voz ele desceu para o corpo, para as pernas... Foi muito estranho. Foi a primeira vez que senti que saí do meu corpo e entrei no corpo de alguém", admitiu.

Jharrel Jerome e Korey Wise posam com a estatueta do Emmy em festa da Netflix após a premiação - Handout/Getty Images for Netflix
Jharrel Jerome e Korey Wise posam com a estatueta do Emmy em festa da Netflix após a premiação
Imagem: Handout/Getty Images for Netflix

A atuação que deixou até Oprah Winfrey sem palavras e rendeu o Emmy pode ser vista na Netflix. Olhos Que Condenam (When They See Us, no original) tem quatro episódios. O último deles, praticamente todo dedicado a Korey Wise, o personagem de Jharrel Jerome, é o mais longo, com 88 minutos.

Jharrel Jerome também pode ser visto na série Mr. Mercedes, que já está em sua terceira temporada, e se prepara para estrelar o drama Ghetto Cowboy ao lado de Idris Elba e Caleb McLaughlin. O filme não tem previsão de estreia.