Topo

Música


Preso por associação ao tráfico, Rennan da Penha disputa Prêmio Multishow

DJ Rennan da Penha - Reprodução/Instagram
DJ Rennan da Penha Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL

19/09/2019 11h19

O Prêmio Multishow anunciou ontem os últimos indicados à 26ª edição e listou, entre os concorrentes à categoria Canção do Ano, o DJ Rennan da Penha, que cumpre pena desde abril por associação ao tráfico de drogas.

Rennan foi indicado pela música "Hoje eu vou parar na Gaiola", funk em parceria com MC Livinho, e disputa o prêmio com BaianaSystem, Emicida e Pabllo Vittar.

O Prêmio Multishow acontece no dia 29 de outubro, no Rio de Janeiro, com apresentação de Anitta e Paulo Gustavo. Também concorrem, em outras categorias, músicos consagrados como Ivete Sangalo, Sorriso Maroto, Wesley Safadão e Tribalistas.

Entenda o caso

Em março, a Justiça do Rio de Janeiro determinou a expedição de mandado de prisão de Renan Santos da Silva, mais conhecido como DJ Rennan da Penha, um dos idealizadores do famoso "Baile da Gaiola".

Ele foi condenado, junto com mais 11 pessoas, por associação ao tráfico de drogas. A pena tem previsão de seis anos e oito meses em regime fechado.

Renan, segundo o desembargador responsável pelo caso, tinha a função de "olheiro", relatando "a movimentação dos policiais através de redes sociais e contatos no aplicativo WhatsApp", informou uma testemunha.

No processo, ele ainda é apontado por outra testemunha como o "DJ dos bandidos" e que organiza bailes funks nas comunidades do Comando Vermelho para atrair mais pessoas e aumentar as vendas.

O DJ segue negando as acusações.

Mais Música