Topo

Bono cria iniciativa com artistas de rua para promover luta contra a AIDS

Bono Vox canta na apresentação do U2 na Trafalgar Square, em Londres - Vianney Le Caer/Invision/AP
Bono Vox canta na apresentação do U2 na Trafalgar Square, em Londres Imagem: Vianney Le Caer/Invision/AP

Do UOL, em São Paulo

19/09/2019 08h10

O músico e ativista Bono Vox, frontman do U2, lançou esta semana uma iniciativa para continuar a luta de sua organização, a Red, contra a epidemia da AIDS. Ao lado de artistas de rua, Bono vai organizar intervenções em seis cidades.

Londres (Reino Unido), Berlim (Alemanha), Paris (França), Lyon (França), Nova York (EUA) e Washington (EUA) vão receber a campanha. Bono explicou que muito foi feito para combater o HIV desde o surgimento da doença, mas ainda há um longo caminho a percorrer.

"Artistas de rua estão chamando a atenção do mundo para a AIDS desde o começo, na Nova York dos anos 1980. Tivemos muito progresso, mais até do que muitos especialistas previram, mas não fizemos o bastante para desligar o alarme", comentou.

"As mulheres continuam sendo desproporcionalmente afetadas por essa doença. Assombrosamente, 6.000 mulheres são diagnosticadas com AIDS ao redor do mundo todas as semanas. Eu chamaria isso de uma emergência", disse ainda.

Um dos participantes da campanha é o artista norte-americano Shepard Fairley, mais conhecido por criar a icônica imagem do presidente Barack Obama com a palavra "Hope" (esperança, em inglês), que virou símbolo da sua campanha para a Casa Branca.

Mais Rock