Topo

Tool: Disco de metal que demorou 13 anos para sair desbanca Taylor Swift nas paradas

A banda Tool - Divulgação
A banda Tool Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

09/09/2019 09h28

Um disco de metal progressivo é o novo líder das paradas musicais, alavancado pela expectativa de 13 anos pelo seu lançamento. A banda norte-americana Tool disponibilizou no último dia 30 de agosto o disco Fear Inoculum e agora assumiu a primeira colocação no ranking da Billboard 200, que leva em conta os álbuns mais comercializados. Com isso, desbancou Lover, lançamento da estrela pop Taylor Swift.

Segundo a Billboard, os resultados de Fear Inoculum o colocam como álbum de rock de maior sucesso no curso do último ano. A banda vendeu o equivalente a 270 mil unidades do disco, de acordo com a Nielsen Music. Os números medem a comercialização das músicas em unidades físicas e também streamings e vendas online - e aparecerão no site da Billboard a partir de terça-feira.

O sucesso nas vendas fez os estoques ficarem reduzidos rapidamente, e o Tool já anunciou a produção de mais unidades. O lançamento original veio somente em duas versões: a digital e uma edição limitada em CD. Edições especiais são uma tendência entre os artistas, a exemplo da própria Taylor Swift, que lançou seu disco em quatro versões.

O Tool ainda pode comemorar o feito de ter conseguido isso sem o apoio de uma grande turnê, o que geralmente ajuda a impulsionar vendas, e também sem campanhas massivas de pré-venda.

O último álbum de rock a atingir um sucesso semelhante foi Come Tomorrow, da Dave Matthews Band, com 292 mil unidades vendidas em junho de 2018.

Fear Inoculum é o primeiro disco do Tool desde 10,000 Days, de 2006 - que também foi líder das paradas. A banda também foi número 1 com Lateralus, de 2001. A Billboard 200 atualizada tem Taylor Swift na segunda colocação, com Lana Del Rey em terceiro, com o disco Norman Fucking Rockwell!.

O Chinese Democracy do Tool

O problema do Tool começou com os integrantes se contradizendo em 2007, quando terminavam uma turnê de 10,000 Days, disco lançado em 2006. O baixista Justin Chancellor declarou que a banda faria uma pausa na carreira. A coisa até esfriou, mas não chegou a haver um hiato, de fato. O que se percebeu, na verdade, foi uma diminuição dos shows.

Além disso, o líder do grupo, Maynard James Keenan passou a cuidar mais de projetos pessoais, dentro e fora da música. A demora em lançar um novo álbum o fez ser comparado ao Chinese Democracy, do Guns N' Roses, que também levou cerca de uma década para ser finalizado.

Outros problemas incluíram a Justiça, com uma troca de time de empresários, e o acidente de Danny Carey, em 2013, quando um problema de trânsito o deixou machucado nas costelas e ombro. Perfeccionistas e com um processo de gravação muito metódico e vagaroso, os músicos do Tool enfim encerraram o hiato com o disco lançado em 30 de agosto.

Mais Rock