Topo

Pop


Ex-assessora anuncia fundação no nome de Michael Jackson, em meio a acusações de abuso

Michael Jackson - Carl De Souza/AFP/Getty Images
Michael Jackson Imagem: Carl De Souza/AFP/Getty Images

Caio Coletti

Do UOL, em São Paulo

22/08/2019 12h08

Raymone K. Bain, ex-assessora de Michael Jackson e uma das presidentes da companhia que administra o legado do cantor, anunciou hoje o lançamento de uma fundação em nome dele. A Michael Jackson Legacy Foundation foi um desejo do popstar antes de morrer, segundo Bain.

"Eu espero que esta fundação vai ser capaz de seguir adiante de forma positiva, ajudando a preservar, proteger e defender tudo o que ele fez durante sua vida", comentou. "E também manter alguém que ajudou a abrir tantas portas para tantas pessoas na memória de todos".

Durante o anúncio, Bain lamentou que mais iniciativas caridosas com o nome de Jackson não tenham sido lançadas desde sua morte. "Eu não sei de nenhum tipo de bolsa escolar, ou doação para fundações, em nome de Michael", refletiu.

A ex-assessora também abordou o documentário Deixando Neverland, que trouxe detalhes das acusações de abuso sexual levantadas por James Safechuck e Wade Robson contra o cantor.

Bain caracterizou o filme como "tendencioso e mentiroso", e incentivou os fãs a cancelarem sua assinatura da HBO (que exibiu a produção nos EUA e no Brasil) e usarem a hashtag #MJNewBeginnings (MJNovosComeços, em tradução livre) para defendê-lo das denúncias.

A ex-assessora também lamentou que o filme tenha sido indicado a 5 prêmios no Emmy, o Oscar da TV norte-americana, incluindo melhor documentário.

Mais Pop