Topo

Filmes e séries


Kareem Abdul-Jabbar afirma que Tarantino foi racista ao retratar Bruce Lee

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

16/08/2019 14h40

Kareem Abdul-Jabbar não ficou muito feliz com o retrato feito de Bruce Lee, por Quentin Tarantino, em seu mais novo sucesso: Era Uma Vez em... Hollywood.

O ex-craque do basquete e colunista do The Hollywood Reporter postou um texto apresentando suas impressões após assistir ao longa e ver o destino feito para o personagem que deu vida a seu amigo, Bruce.

"O retrato de Bruce Lee, de Quentin Tarantino, em Era Uma Vez em... Hollywood, não corresponde a esse padrão. Claro, Tarantino tem o direito artístico de retratar Bruce da maneira que ele quiser. Mas fazê-lo de maneira tão desleixada e um pouco racista é um fracasso tanto como artista quanto como ser humano", criticou.

Kareem Abdul-Jabbar, ex-jogador de basquete e colunista do The Hollywood Reporter - Ronald Martinez/Getty Images/AFP
Kareem Abdul-Jabbar, ex-jogador de basquete e colunista do The Hollywood Reporter
Imagem: Ronald Martinez/Getty Images/AFP

Kareem, que atuou como ator em filmes como Apertem os Cintos, o Piloto Sumiu, continua dizendo como é simultaneamente fã de Tarantino e um amigo de longa data de Bruce, que morreu em 1973, que já o alertava sobre o estereótipo que atores asiáticos enfrentavam em grandes produções.

"Durante nossos anos de amizade, ele falou apaixonadamente sobre como estava frustrado com a representação estereotipada dos asiáticos no cinema e na TV. Os únicos papéis eram para os vilões ou para os servos que faziam reverências".

"É por isso que me perturba que Tarantino tenha escolhido retratar Bruce de uma maneira tão unidimensional. A atitude machista de John Wayne de Cliff (Brad Pitt), um dublê envelhecido que derrota o arrogante cara chinês remete aos próprios estereótipos que Bruce estava tentando desmantelar. É claro que o americano de carne branca e macia pode bater no asiático porque essa porcaria estrangeira não voa para cá", complementou.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi escrito no segundo parágrafo da primeira versão do texto, Kareem Abdul-Jabbar não foi um jogador de futebol, e sim de basquete. O erro foi corrigido.