Topo

Música


Junior teve síndrome do pânico após fim da dupla: "Não conseguia absorver as coisas"

Junior conversa com Sabrina Sato - Reprodução
Junior conversa com Sabrina Sato Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

13/08/2019 18h48

O cantor Junior Lima contou em participação ao canal de Sabrina Sato que teve síndrome do pânico após o fim da dupla com Sandy.

"Eu tive minha fase meio deprê. Faz uns sete, oito anos, um tempo depois que separou. Porque na época era tudo tão intenso e grandioso que eu não conseguia absorver as coisas. Eu meio que me anestesiava", disse o músico.

"A gente pôde viver tudo o que sempre quis, dar um breque em tudo de lá para cá. E quando falamos 'sim' estavam todos lá com de braços abertos", completou Junior.

O irmão da Sandy também falou sobre como sessões de terapia também o ajudaram a saber como lidar melhor com sua carreira. "Tem muita referência em casa, sabe? Eu costumo dizer, e isso foi uma conclusão das sessões, é que meus pais não dependiam dos nossos trabalhos financeiramente."

"Então a gente pôde se dar o direito a ficar focado no som. Por isso, a minha relação com a parada sempre foi pela música [e não pela fama], e o resto é consequência", disse.