Topo

Pop


Fã de Sandy e Junior diz que foi demitido após faltar para ir ao Altas Horas

Lucas Diniz no Altas Horas - Reprodução/Instagram
Lucas Diniz no Altas Horas Imagem: Reprodução/Instagram

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

25/07/2019 14h37

Um fã de Sandy e Junior contou que foi demitido por faltar ao trabalho para ver a dupla no Altas Horas, programa de Serginho Groisman na TV Globo. Ele relatou em seu Instagram o ocorrido - uma forma de participar de uma promoção valendo convites para conhecer o camarim dos cantores.

Lucas Diniz, estudante de jornalismo de 29 anos, explica que soube pelo presidente de um fã-clube que havia vagas para acompanhar o programa, que queria a plateia lotada de admiradores da dupla. E mandou seu nome.

"No final daquele dia, o presidente do fã-clube confirmou minha vaga, mas acontece que eu moro no Rio de Janeiro e a gravação aconteceria em São Paulo, numa terça-feira. Para que esse sonho pudesse se realizar, eu precisei bolar um plano para o meu chefe", revelou ele.

"Não imaginei que ele fosse descobrir, mas na edição final do programa eu me destaquei muito, lembro de ter ido todo de preto, pra ficar bem quietinho e camuflado na plateia, pra não perder aquela oportunidade de vê-los (juntos) tão pertinho, mas teve um momento que o Serginho Groisman chegou perto de mim, apontou e disse: 'Você está ganhando o choromêtro' e eu realmente estava muito emocionado", relembra Lucas.

O problema é que ele chamou tanta atenção, apesar de tentar se manter discreto, que seus amigos o notaram no programa.

Quando o presidente do Fã-clube informou das vagas do altas horas e o conceito de ter na plateia somente fãs fieis de Sandy e Junior, mas sem confirmar a presença dos mesmos, minha intuição que sempre falha, disse "Lucas, manda seu nome", e mandei, nome completo seguido do meu RG. No final daquele dia o presidente do fã -clube confirmou minha vaga, mas acontece que eu moro no Rio de Janeiro, e a gravação aconteceria em São Paulo, numa terça-feira, pra que esse sonho pudesse se realizar, eu precisei bolar um plano para o meu chefe, na verdade, não imaginei que ele fosse descobrir, mas na edição final do programa eu me destaquei muito, lembro de ter ido todo de preto, pra ficar bem quietinho e camuflado na plateia, pra não perder aquela oportunidade de vê-los (Juntos) tão pertinho, mas teve um momento que o @serginhogroisman chegou perto de mim, apontou e disse "você está ganhando o choromêtro" e eu realmente estava muito emocionado, mas eu não era o único, o estúdio transbordava amor, porém com esse destaque todo, alguns colegas de trabalho me viram no programa e comentaram no grupo do whatsapp da empresa, meu chefe ligou os pontos e o pior aconteceu. FUI DEMITIDO! Ele já tinha ficado decepcionado comigo, porque comprei o ingresso para o show no meio do expediente, eu fiquei tão eufórico, que gritei no meio do escritório, "CONSEGUI!" No início ele riu, mas depois disse: - "não acredito que comprou ingresso de Sandy e Junior no meio do expediente" E desde então nossa relação havia se enfraquecido. Foram meses tensos. Mas quando se trata de sonhos a gente corre atrás, né? Não consigo imaginar minha história sem eles, até hoje tento levar eles comigo de alguma forma, meu caderno da faculdade é com eles na capa que comprei pela internet de uma coleção antiga e rara, a capa do meu celular comprei na loja oficial da Sandy, tenho várias playlist no spotify com as músicas da dupla. Esse é um pedaço da minha história e tenho muito orgulho de pertencer a uma geração que tem Sandy & Junior como ídolos. #NossaHistóriaSJRJ #NossaHistóriaSJBH #nossahistóriaSJCuritiba

Uma publicação compartilhada por Lucas Diniz (@lucasgediniz) em

"Alguns colegas de trabalho me viram no programa e comentaram no grupo do Whatsapp da empresa, meu chefe ligou os pontos e o pior aconteceu. FUI DEMITIDO!", contou o fã. Lucas ainda diz que a relação entre eles ficou mais estremecida quando ele comprou seu ingresso para um dos shows da turnê Nossa História no meio do expediente.

"Foram meses tensos. Mas quando se trata de sonhos a gente corre atrás, né? Não consigo imaginar minha história sem eles. Esse é um pedaço da minha história e tenho muito orgulho de pertencer a uma geração que tem Sandy & Junior como ídolos", encerrou o relato o jovem. Lucas ainda está desempregado.

Em outro post, ele contou sua história com a dupla, que começou aos 8 anos, quando ganhou o CD Era Uma Vez... Ao Vivo.

"O único show que fui da dupla foi no Maracanã (guardo os ingressos dentro do DVD até hoje). Eu morava no interior de Minas Gerais, tinha 12 anos de idade, e viajei sozinho até o Rio de Janeiro", contou ele, que foi levado pela tia ao estádio.

"Em 2011 minha mãe conheceu a Sandy no aeroporto Santos Dumont no Rio e ela tirou uma foto com o meu irmão, na época com 6 meses de vida, até virei chacota para alguns amigos e parentes que diziam que até o meu irmão que acabara de nascer tinha foto com a Sandy e eu não, mas no fundo do meu coração eu sabia que não tinha ninguém melhor para me representar naquele inesperado encontro", adicionou.

Luca foi a 12 shows da carreira solo de Sandy, alguns com histórias especiais: "Teve um muito especial em BH, eu e uma prima brigamos e paramos de nos falar, mas fizemos as pazes depois de nos reencontrarmos sem combinar naquele show".

A minha história com @sandyoficial e @junior_lima começou em 1998, quando ganhei de aniversário naquele ano o CD "Era Uma Vez Ao Vivo". Na época eu completava 8 anos de idade. Com o passar do tempo, completei o restante da discografia, tive pastas e pastas com reportagens, pôsteres e recortes, toalha de banho, camisas, quadros, chaveiros, material escolar, agenda e até uma Sandy de papelão em tamanho original tinha no meu quarto. O quarto era coberto por fotos deles, reparei que o unico lugar que não tinha foto era no apagador, mas tratei de colocar uma adesivo com o rosto deles estampado. Não perdia um programa no domingo e nenhum capitulo da novela Estrela Guia, assistia a todas as participacoes na TV, e lutava contra o sono pra assistir Criança Esperança até o final que era quando eles apareciam. O único show que fui da dupla foi no Maracanã, (Guardo os ingressos dentro do DVD até hoje) eu morava no interior de Minas Gerais, tinha 12 anos de idade, e viajei sozinho até o Rio de Janeiro, minha tia @iolandadiniz que me levou ao show. Em 2011 minha mãe conheceu a Sandy no aeroporto Santos Dumont no Rio e ela tirou uma foto com o meu irmão, na época com 6 meses de vida, até virei chacota para alguns amigos e parentes que diziam que até o meu irmão que acabara de nascer tinha foto com a Sandy e eu não, mas no fundo do meu coração eu sabia que não tinha ninguém melhor para me representar naquele inesperado encontro. Quando me mudei para o Rio de Janeiro, foram 10 tentativas de conhecer a Sandy no programa Superstar, isso dava muito trabalho pq eu saía do projac tarde da noite e chegava em casa no outro dia. Já que o programa era ao vivo e começava por volta das 23h00. Fui sorteado para o camarim durante sua passagem por Belo Horizonte na turnê "Meu Canto" em 2017, mas moro no Rio, então precisei viajar até BH para realizar este sonho. Até agora foram 12 shows da carreira solo de Sandy, inclusive teve um muito especial também em BH, eu e uma prima brigamos e paramos de nos falar, mas fizemos as pazes depois de nos reencontrar sem combinar naquele show - Continua no post a seguir ? #NossaHistóriaSJRJ #NossaHistóriaSJBH #NossaHistóriaSJSP #nossahistóriasjcuritiba

Uma publicação compartilhada por Lucas Diniz (@lucasgediniz) em

Sandy e Junior voltam ao palco no Rio de Janeiro, nos dias 2 e 3 de agosto, na Jeunesse Arena.

Pop