Topo

Rapper Tay-K, que fez fama enquanto estava foragido, cumprirá 55 anos de prisão

O rapper Tay-K - Divulgação
O rapper Tay-K Imagem: Divulgação

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

24/07/2019 08h25

O rapper Tay-K, de 19 anos, foi sentenciado a 55 de prisão ontem, em um caso de roubo seguido de morte, que acabou com uma pessoa perdendo a vida. Ele ficou conhecido por bombar com o hit The Race, enquanto estava foragido pelo caso.

Na semana passada, Tay-K foi considerado culpado pelo assassinato de um homem de 21 anos, na tentativa de roubo, realizado em 2016, quando tinha apenas 16 anos.

O rapper ganhou notoriedade em 2017, quando cortou sua tornozeleira eletrônica e fugiu. Ele estava em prisão domiciliar e postou: "Foda-se a prisão domiciliar. Eles vão ter que me pegar".

No clipe de The Race, ele aparece ao lado de um poster de "procurado", com sua imagem. A música soma 183 milhões de visualizações no Spotify. Tay-K lançou seu primeiro álbum, #SantanaWorld (+), em 2017.

De acordo com os testemunhos, Tay-K - cujo nome real é Taymor McIntyre - fez parte do plano de um roubo de drogas e dinheiro da vítima, Ethan Walker. O problema é que Ethan não tinha nem as drogas nem as cifras que os criminosos esperavam encontrar. A namorada da vítima diz que ele foi baleado enquanto estava com as mãos para cima.

Tay-K ficou três meses foragido. Seus advogados alegaram que ele não poderia ser culpado de assassinato, pois não foi a pessoa a disparar a arma.

Mais seis pessoas foram processadas no caso, sendo que alguns fizeram acordos com a Justiça e outros também foram condenados.

Tay-K também é réu em outro caso e aguarda julgamento para a acusação de ter atirado em Mark Saldivar, de 23 anos, em abril de 2017. Ambos os casos foram no Texas.

Mais Rap gringo