Topo

Trump negocia por A$AP Rocky na Suécia e Bieber faz cobrança ao presidente

ASAP Rocky com Chanel Iman - Getty Images
ASAP Rocky com Chanel Iman Imagem: Getty Images

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

20/07/2019 14h27

O caso do astro do rap A$AP Rocky, preso na Suécia desde o começo de julho, ganhou mais projeção nos Estados Unidos, com o presidente norte-americano Donald Trump prometendo agir a favor de sua soltura. O curioso é que o cantor pop canadense Justin Bieber entrou na pauta: ele agradeceu a Trump, mas fez uma cobrança relacionada ao tema dos imigrantes.

A$AP Rocky foi preso por conta de uma briga de rua, em que ele alega ter sido provocado. Ontem a Suécia informou que seu prazo em custódia foi prorrogado até uma nova audiência sobre o caso.

Trump tuitou hoje: "Tive um telefonema muito bom com o primeiro ministro Stefan Löfven, que me assegurou que o cidadão americano A$AP Rocky será tratado justamente. Eu assegurei a ele que A$AP não representa risco de fuga e me dispus a cuidar de sua fiança, ou algo alternativo. Prometemos nos falar de novo nas próximas 48h".

Löfven, na Suécia, disse que foi agradável falar com Trump, mas que "não pode e não tentará influenciar nos promotores ou na corte".

Bieber entrou no assunto também via Twitter. "Eu quero meu amigo solto. Eu aprecio sua tentativa de ajudar. Mas, enquanto você faz isso, Donald Trump, você pode tirar aquelas crianças da jaula?".

O cantor se referiu às condições precárias dos imigrantes que chegam aos EUA, via México, que muitas vezes são separados dos pais e são mantidos em situações inadequadas.

Rap gringo