Topo

Música


Banda ÀTTØØXXÁ retira quadros com conotação racista de hotel em BH

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

22/07/2019 11h18

A banda baiana ÀTTØØXXÁ postou nas redes sociais um vídeo que acusa o hotel Dallrey, de Belo Horizonte, de usar quadros com conotação racista em sua decoração. Nas imagens, os integrantes da banda tiram os quadros da parede. "Em cima da cama onde a galera dorme", diz um deles. "A decoração é a escravidão, ó a galera fiscalizando", fala outro.

"Não vamos passar pano", dizem integrantes da banda

UOL Entretenimento

"Eram todos quadros com negros como escravos, homem batendo em mulher, uma decoração com coisas que temos vergonha do passado. Na hora, eles ficaram estressados e fizeram o vídeo, tiraram os quadros dos quartos. Ligamos pra recepção e eles tiraram do corredor", disse ao UOL o empresário da banda, Alex Pinto.

Rafael Ramos/Divulgação
Imagem: Rafael Ramos/Divulgação

Para Alex, o caso tomou uma proporção inesperada.

"Eles estavam exaltados, mas foi tudo tranquilo, tomou uma proporção maior do que a gente esperava. Agora a gente espera que as pessoas reflitam sobre isso, nos dias de hoje".

O hotel Dallrey emitiu uma nota, dizendo que os quadros são inspirados na obra de Debret, representando o Brasil colonial. Confira o comunicado:

O Dayrell Hotel lamenta que alguns hóspedes tenham-se sentido ofendidos com certas gravuras inspiradas na obra de Debret, originárias do antigo
Hotel Del Rey. Elas representam cenas de um Brasil colonial, com todas as características daquele tempo. Por mais infame que seja essa parte da
nossa história, não podemos esquece-la, aliás não devemos, pois é por meio da conscientização sobre erros do passado que confirmamos nossa
determinação de criar um mundo melhor para nós e para os nossos filhos. Contudo, caso as gravuras constantes de nossos quartos causem
constrangimento ou desconforto a nossos hóspedes, estamos sempre à disposição para retirá-las imediatamente, bastando simples requisição
neste sentido.