Topo

Site diz que A$AP Rocky está preso em condições desumanas; advogado nega

Getty Images
31.ago.2013 - A$AP Rocky se apresenta no Festival Budweiser Made in America, na Filadélfia (EUA) Imagem: Getty Images

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

2019-07-09T17:47:49

09/07/2019 17h47

O advogado Henrik Olsson Lilja, que representa o rapper A$AP Rocky, negou que o músico esteja preso em "condições desumanas" na Suécia, como alegou originalmente um artigo do TMZ. Lilja deu entrevista ao site sueco STV após a publicação e repercussão do artigo original.

O advogado negou especificamente que a comida servida ao rapper no local é "impossível de engolir", e que ele foi bloqueado de ver um oficial do seu consulado. "É uma detenção normal, é claro que há comida. E ele pode ser visitado por qualquer pessoa, só há um período de espera", comentou.

Caso o Kronoberg Shelter negasse a Rocky a visita do consulado, os suecos estariam cometendo uma violação da Convenção de Viena, assinada pelo país e pelos Estados Unidos. A administração do local também deu declarações ao STV, negando outras acusações do artigo da TMZ.

Por exemplo, enquanto o texto original dizia que a água servida a Rocky não era potável, a administração disse que "tanto os prisioneiros quanto os funcionários bebem da mesma fonte, da torneira municipal".

Rocky foi preso na semana passada, após se envolver em uma briga de rua em Estocolmo, capital da Suécia. As autoridades do país podem mantê-lo preso por duas semanas enquanto investigam o incidente. O rapper alega que os homens com quem brigou estavam seguindo-o e assediando-o pelas ruas.

Mais Rap gringo