Topo

Geek


Diretor de X-Men: Fênix Negra admite culpa por fracasso comercial do filme

Divulgação
Detalhe de pôster de "X-Men: Fênix Negra" Imagem: Divulgação

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

2019-06-14T20:13:39

14/06/2019 20h13

O diretor Simon Kinberg admitiu que a culpa do fracasso de X-Men: Fênix Negra é dele.

Em entrevista ao KCRW's Kim Masters, o cineasta analisou que o filme não se conectou com o público, o que justificaria a arrecadação baixa de US$ 146 milhões e a recepção negativa por boa parte da crítica e dos fãs.

"Claramente é um filme que não se conectou com o público que não o viu, e que não se conectou o suficiente com o público que o viu. Então, isso é culpa minha", disse Kinberg.

O diretor ainda revelou que todo esse processo foi melhor aceito graças a uma conversa que teve com Ridley Scott (Gladiador e Alien - O Oitavo Passageiro) durante as filmagens de Perdido em Marte (2015).

O experiente cineasta revelou ao amigo que tem um carinho especial pelo filme Até o Limite da Honra (1997), mesmo que tenha arrecadado menos de US$ 100 milhões nas bilheterias.

"Ele disse que é o seu filme preferido, porque foi um processo divertido e aprendeu muito nas gravações. Eu pensei muito nisso ao longo dos anos, e fiquei com isso na cabeça na última semana", refletiu.

X-Men: Fênix Negra teve uma aprovação de apenas 33% das críticas internacionais no Rotten Tomatoes e não encerrou da forma esperada a saga épica dos heróis da Marvel.