Topo

Geek


Antes de ver "X-Men: Fênix Negra", entenda a confusa cronologia da franquia

Detalhe de pôster de "X-Men: Fênix Negra" - Divulgação
Detalhe de pôster de "X-Men: Fênix Negra"
Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

05/06/2019 04h00

"X-Men: Fênix Negra" é o fim de uma era. Com a finalização da compra da Fox pela Disney, e a integração dos mutantes ao universo cinematográfico da Marvel, o filme que chega ao Brasil amanhã é o último da franquia que começou em 2000, com "X-Men: O Filme".

Nos últimos 19 anos, a Fox lançou nada menos do que 11 filmes inspirados pelos quadrinhos da Marvel. Com o passar de todo esse tempo, a cronologia da saga "X-Men" se mostrou cada vez mais difícil de acompanhar, especialmente quando realidades alternativas e viagem no tempo entraram no jogo.

Abaixo, montamos um guia que tenta simplificar essa confusão. Se você quer entrar em sua sessão de "X-Men: Fênix Negra" como um expert em uma das franquias de super-herói mais importantes na história, aqui é um bom lugar para começar.

Os mutantes em "X-Men: Primeira Classe" (2011) - Divulgação/IMDb
Os mutantes em "X-Men: Primeira Classe" (2011)
Imagem: Divulgação/IMDb

O início de tudo

"X-Men" é uma daquelas franquias em que não dá para confiar na ordem de lançamento dos filmes para entender a trama de forma cronológica. O ponto de partida, na verdade, precisa ser "X-Men: Primeira Classe" (2011), que mostra como Professor Xavier (James McAvoy) e Magneto (Michael Fassbender) se conheceram, nos anos 1960.

O longa de Matthew Vaughn mostra como os dois líderes mutantes começaram a construir suas abordagens distintas sobre a possível convivência entre humanos e seres super poderosos, e os coloca no centro de um evento real: a Crise dos Mísseis de Cuba, em 1962, quando o conflito entre EUA e União Soviética quase causou o início da 3ª Guerra Mundial.

No filme, o conflito foi causado pelo vilão Sebastian Shaw (Kevin Bacon), e "resolvido" pelos mutantes. No processo de salvar o mundo, no entanto, eles revelam sua própria existência para os humanos, dando o pontapé inicial em décadas de conflitos e opressão entre as duas espécies.

Essa história continua (e se complica um pouquinho) em "X-Men: Dias de um Futuro Esquecido" (2014), que se passa majoritariamente nos anos 1970. É quando o cientista Bolivar Trask (Peter Dinklage) começa a aperfeiçoar a tecnologia que se tornaria o Projeto Sentinela, uma rede de robôs gigantes e letais que quase extinguirão os mutantes da face da Terra.

O filme também mostra como, no futuro, os X-Men remanescentes percebem a catástrofe e enviam Wolverine (Hugh Jackman) para o passado a fim de mudar o rumo da história. Os atos do mutante nos anos 1970 acabam causando a criação de duas linhas do tempo diferentes.

Jean Grey (Famke Janssen), Tempestade (Halle Berry) e Ciclope (James Marsden) em "X-Men: O Filme" - Divulgação/IMDb
Jean Grey (Famke Janssen), Tempestade (Halle Berry) e Ciclope (James Marsden) em "X-Men: O Filme"
Imagem: Divulgação/IMDb

A linha do tempo original

Uma delas contém os acontecimentos da trilogia original de filmes dos mutantes: "X-Men: O Filme" (2000), "X-Men 2" (2003) e "X-Men: O Confronto Final" (2006). Estes filmes consideram os eventos de "Primeira Classe" e "Dias de Um Futuro Esquecido" (se o Wolverine não tivesse os alterado em sua viagem no tempo), e apresentam o continuado conflito entre Professor Xavier (Patrick Stewart), Magneto (Ian McKellen) e seus "recrutas" mutantes.

Esta linha do tempo também inclui os eventos de "X-Men Origens: Wolverine" (2009), em que descobrimos a vida do personagem título antes de se juntar à equipe de heróis, inclusive como ele ganhou seu esqueleto de adamantium (um metal ficcional quase indestrutível). No fim do longa, Wolverine é atingido por uma bala na cabeça, que o deixa sem memória dos acontecimentos de seu passado.

Jean Grey como a Fênix Negra em "X-Men: O Confronto Final" (2006) - Divulgação/IMDb
Jean Grey como a Fênix Negra em "X-Men: O Confronto Final" (2006)
Imagem: Divulgação/IMDb

Ele relembra tudo em "X-Men 2", onde se reencontra com William Stryker (Brian Cox), o homem que o recrutou para um grupo de mercenários mutantes e depois o sujeitou ao doloroso procedimento que criou o seu esqueleto de metal. Após o confronto dos X-Men com o vilão, Jean Grey (Famke Janssen) parece se sacrificar para salvar os amigos.

Em "O Confronto Final", descobrimos que na verdade a heroína absorveu uma entidade conhecida como Fênix. Mais poderosa e destrutiva do que nunca, ela se junta a Magneto para impedir que uma empresa farmacêutica desenvolva e distribua uma "cura mutante". O fechamento da trilogia original traz a aparente morte de vários membros centrais do time, como Professor Xavier, Ciclope (James Marsden) e a própria Jean Grey.

Esta trama deságua em "Wolverine: Imortal" (2013). O segundo filme solo de Logan o mostra atormentado pela morte de Jean. Viajando para o Japão a fim de se despedir de um homem que conheceu na 2ª Guerra Mundial, o herói descobre que o velho amigo na verdade quer roubar seus poderes de cura a fim de viver para sempre.

A cena pós-créditos mostra Logan encontrando Magneto e Professor Xavier, que conseguiu ressuscitar ao transferir sua consciência para outro corpo, e sendo recrutado para o papel que desempenha em "Dias de um Futuro Esquecido". Após os atos de Wolverine no passado, os eventos desta linha do tempo são, na prática, apagados -- ele volta ao seu "presente" encontrando todos os ex-colegas de X-Men vivos, e um mundo que nunca viveu a guerra contra os Sentinelas.

Oscar Isaac viveu o vilão do título de "X-Men: Apocalipse" (2016) - Reprodução
Oscar Isaac viveu o vilão do título de "X-Men: Apocalipse" (2016)
Imagem: Reprodução

A nova linha do tempo

Após os eventos de "Dias de um Futuro Esquecido", a equipe de X-Men que conhecemos originalmente em "Primeira Classe" segue com suas aventuras. É nesta linha do tempo que ocorrem "X-Men: Apocalipse" (2016) e o novo "X-Men: Fênix Negra", que se passam, respectivamente, nos anos 1980 e 1990.

No primeiro, os mutantes enfrentam o terrível Apocalipse (Oscar Isaac), um mutante do Egito Antigo que é ressuscitado nos anos 1980. O filme também apresenta novas histórias de origem para personagens como Tempestade (Alexandra Shipp) e Noturno (Kodi Smit-McPhee) -- visto que toda a cadeia de eventos foi alterada pela interferência de Logan, a franquia não se prende mais aos acontecimentos dos filmes originais.

"Deadpool" agora é da Disney - Divulgação
"Deadpool" agora é da Disney
Imagem: Divulgação

Em "Fênix Negra", por exemplo, veremos mais uma vez como Jean Grey (Sophie Turner) absorve a entidade do título e se torna uma força destrutiva. O contexto será totalmente diferente daquele que vimos em "O Confronto Final", separando de maneira definitiva as duas cronologias. Assim como acontece nos quadrinhos, nesta nova franquia os personagens permanecem sem efeitos do envelhecimento conforme as décadas se passam.

"Deadpool" (2016) e "Deadpool 2" (2018) também se passam nessa linha do tempo, como provou uma cena do segundo filme em que o time dos X-Men aparece. Os longas-metragens mostram as aventuras do mercenário interpretado por Ryan Reynolds, que passou por experimentos dolorosos após descobrir que tinha câncer -- com o corpo desfigurado, mas um fator de cura aceleradíssimo, ele se tornou um dos mutantes mais perigosos do mundo.

Por fim, "Logan" (2017) se passa em 2029 nesta nova cronologia. Quem confirmou foi o diretor James Mangold, que disse em entrevista que seu ponto de partida foi a cena final de "Dias de um Futuro Esquecido", onde Wolverine reencontra seus ex-parceiros de X-Men. Portanto, sabemos que esta nova linha do tempo acaba com um evento de extinção em massa dos mutantes, e que em 2029 poucos sobreviveram.

O longa mostra um Wolverine enfraquecido, e um Professor Xavier sem controle de seus poderes, tentando proteger uma jovem chamada Laura (Dafne Keen). Criada a partir da clonagem do material genético de Logan, ela tenta fugir dos agentes governamentais que querem controlá-la. No fim do filme, Wolverine se sacrifica para salvá-la.

Cena do filme "Logan" (2017) - Reprodução
Cena do filme "Logan" (2017)
Imagem: Reprodução