Topo

Filmes e séries


Black Mirror: Veja os detalhes escondidos nos três episódios da 5ª temporada

Cena da 5ª temporada de "Black Mirror" - Divulgação
Cena da 5ª temporada de "Black Mirror" Imagem: Divulgação

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

07/06/2019 04h00

Uma das tradições quando se fala em "Black Mirror" são as autorreferências colocadas dentro dos episódios. Ainda que cada um seja independente, as histórias se conectam em pequenos detalhes ou citações. E a quinta temporada não poderia ficar sem os chamados easter eggs.

Com três capítulos, alguns detalhes já foram pescados e é possível relembrar episódios famosos como o interativo "Bandersnatch", "Fifteen Million Merits", "San Junipero" e outros. Sobre Bandersnatch, espectadores já sugerem até que o final definitivo pode ter sido dado dentro do episódio "Rachel, Jack and Ashley Too".

Fim definitivo de "Bandersnatch"?

Uma das referências simples de se ver acontece quando, no episódio "Rachel, Jack and Ashley Too", um canal de notícias é sintonizado e mostra manchetes de notícias com referências a episódios anteriores.

"Saitogemu revela detalhes do lançamento de 'Striking Vipers'", diz uma das chamadas. Saitogemu é é a empresa do game de "Playtest", enquanto Striking Vipers é o game que aparece e dá nome a outro episódio da quinta temporada.

Outro ponto ainda mais curioso mostra: "criador de narração ainda está desaparecido", o que pode ser uma menção a "Bandersnatch". O episódio é interativo, portanto, tem vários finais. Mas esta frase pode indicar que, ao menos para o universo de "Rachel, Jack and Ashley Too", o desfecho que aconteceu ainda tem o criador do game, Stefan, sumido após matar seu pai e a mulher de Colin invadir a casa do protagonista em pânico.

Ainda é possível ver "corpo de dono de museu é achado em ruínas", referência ao fim de "Black Museum", e "arquiteta é presa", uma ligação com "Crocodile".

Em outro momento, aparece Tusk, um rapper de "Hated in the Nation".

Música reincidente

Algo recorrente em "Black Mirror" está na sua trilha sonora. Por diversas vezes usaram trechos de "Anyone Who Knows What Love Is (Will Understand)", como no episódio da primeira temporada "Fifteen Million Merits". "Ela soa como um clássico atemporal", explicou o criador David Brooker, ao The Wrap.

Depois de aparecer em "White Christmas", "Men Against Fire" e "Crocodile", agora foi a vez de "Rachel, Jack and Ashley Too" seguir o padrão, desta vez com Miley Cyrus a cantando, como a personagem Ashley O.

O primeiro ministro

Lembra do primeiro ministro Michael Callow que foi chantageado com a exigência de fazer sexo com um porco em rede nacional, em "The National Anthem"? Bem, ele ainda é o governante em "Smithereens".

É possível ver a chamada de uma notícia em que se fala que ele, líder do Reino Unido, terá uma reunião com negociadores da União Europeia.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Referências em Smithereens

Falando muito sobre redes sociais e o vício em telas no mundo contemporâneo, "Smithereens", que se passa em 2018, tem diversas citações rápidas de notícias que citam acontecimentos de episódios anteriores.

Algumas manchetes podem ser vistas quando se dá um close em uma tela: uma sobre o declínio da população mundial de abelhas ("Hated in the Nation"), uma sobre aquele mesmo primeiro-ministro, uma sobre uma chantagem que acabou em morte ("Shut Up and Dance"), uma sobre as "cópias" de pessoas ("Be Right Back ").

"San Junipero", Sea of Tranquility e um mapa

Alguns detalhes sobre o episódio "San Junipero" foram encontrados em "Striking Vipers" e "Rachel, Jack and Ashley Too". No primeiro, os criadores do game de realidade virtual são os mesmos, a TCKR - há ainda quem teorize que seria a mesma Tuckersoft de "Bandersnatch". No segundo, Ashley O é levada ao hospital "Saint Juniper's" - o mesmo nome do hospital de "San Junipero", que também apareceu em "Black Museum" e "Bandersnatch".

Será que há ainda mais? Com o tempo, mais coisa deve aparecer, fique de olho.