Topo

Filmes e séries


Caso de estupro contra Gérard Depardieu é abandonado por falta de provas

19.fev.2016 - O ator Gerard Depardieu durante a apresentação do filme "Saint Amour" no Festival de Berlim - Stefanie Loos /Reuters
19.fev.2016 - O ator Gerard Depardieu durante a apresentação do filme "Saint Amour" no Festival de Berlim Imagem: Stefanie Loos /Reuters

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

04/06/2019 13h50

A promotoria francesa abandonou a investigação de uma denúncia de estupro contra o ator Gérard Depardieu, que corria desde agosto do ano passado, por falta de provas. O anúncio dos promotores foi repercutido pelo site do The Hollywood Reporter.

Em comunicado oficial, a promotoria disse que "diversas investigações foram feitas dentro do procedimento recomendado para este tipo de caso", mas que não foi encontrada evidência o bastante para dar suporte a um processo oficial.

Herve Temine, advogado de Depardieu, criticou a demora da investigação e disse que seu cliente sofreu "dano irreparável com a divulgação dessas acusações". O astro francês foi denunciado por uma atriz de 22 anos em agosto, que disse ter sido atacada por Depardieu durante ensaios para um novo projeto.

Depardieu colaborou com a investigação e deu depoimento oficial em novembro. O ator, indicado ao Oscar por "Cyrano" (1990), também é conhecido por "1492: A Conquista do Paraíso" (1992) e "O Homem da Máscara de Ferro" (1998), e por interpretar Obelix nos filmes da franquia "Asterix e Obelix".