Topo

Ozzy lamenta ausência de Bill Ward em despedida do Sabbath: "Pode haver outra"

Beto Landoni/Divulgação T4F
Ozzy Osbourne Imagem: Beto Landoni/Divulgação T4F

Leonardo Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

2019-05-27T17:31:09

27/05/2019 17h31

Ozzy Osbourne admitiu em entrevista ter se sentido mal com ausência do baterista Bill Ward, um dos fundadores do Black Sabbath, no último show do grupo, realizado em fevereiro de 2017 em Birmingham, no Reino Unido.

Baterista dos clássicos da banda, Bill Ward foi convidado para despedida, mas não participou do último disco e turnê do Black Sabbath por ter considerado o contrato oferecido a ele na época "insignificante".

Segundo Ozzy, uma nova apresentação de despedida pode ocorrer um dia, com a presença do velho amigo.

"Eu não gostei do fato de que Bill Ward não estava lá, para começar. As pessoas falam sobre isso comigo, mas não foi minha culpa honestamente. Nós não tínhamos como perder tempo. Tivemos que seguir em frente. Mas eu sinto muito por não ter dado certo com o Bill", assumiu o vocalista em entrevista à revista Kerrang!.

Na despedida do Black Sabbath, Bill Ward foi substituído por Brad Wilk (ex-Rage Against the Machine) no álbum "13" e por Tommy Clufetos (ex-Alice Cooper) nos últimos shows. Ambos ganharam elogios de Ozzy e dos demais integrantes.

"Mas nós quatro começamos isso, e deveria ter sido os quatro terminando. Aqueles shows finais em Birmingham foram agridoces porque você pensa em até onde nós chegamos, e o quanto nós fizemos, e teria sido bom ter compartilhado com todos juntos."

"Talvez um dia haja um último show. Eu não sei", concluiu.

Recentemente, Ozzy anunciou uma série de shows remarcados para 2020, depois que uma grave pneumonia o obrigou a adiar sua última grande turnê solo, a "No More Tours 2".

Mais Rock