Topo

Game of Thrones


Emilia Clarke diz que cenas de nudez de "Game of Thrones" a "marcaram para a vida"

Divulgação
Emilia Clarke como Daenerys em "Game of Thrones" Imagem: Divulgação

Beatriz Amendola

Do UOL, em São Paulo

2019-05-23T11:07:32

23/05/2019 11h07

Emilia Clarke passou oito temporadas como Daenerys, uma das principais personagens de "Game of Thrones", que chegou ao fim no último domingo. Mas ela ainda é questionada sobre as cenas de nudez que protagonizou nas temporadas iniciais da série - e isso foi um dos fatores que fez com que ela recusasse o convite para estrelar o filme "Cinquenta Tons de Cinza".

Em entrevista à revista "The Hollywood Reporter", Clarke explicou como as duas coisas estavam relacionadas. "A última vez que eu fiquei nua em cena [em 'GoT'] foi há muito tempo, e ainda é a única pergunta que me fazem porque eu sou uma mulher", contou.

Além da Muralha #6: O fim de "Game of Thrones" foi satisfatório?

UOL Entretenimento

"É irritante para caramba, e estou enjoada e cansada disso porque fiz as cenas pela personagem, não para que um cara pudesse ver meus peitos, pelo amor de Deus. Então quando surgiu isso ['50 Tons'], eu só pensei 'não consigo'. Eu fiz uma quantidade mínima e fiquei marcada para a vida, então dizer sim para aquilo, que era completamente sobre sexo e sensualidade... Não vou me colocar voluntariamente nessa situação e nunca poder olhar alguém nos olhos e dizer 'não, você não pode me perguntar isso'".

Em entrevista ao UOLe outros veículos da imprensa internacional, em fevereiro, a atriz já havia falado sobre a repercussão das cenas: "É interessante porque o fato de essa questão continuar sendo feita diz muito sobre a nossa sociedade. Mas eu nunca mudaria nada na série".

"Daenerys salvou minha vida"

À "Hollywood Reporter", Clarke ainda falou sobre os dois aneurismas que enfrentou no início de "Game of Thrones" - e revelou que Daenerys foi essencial em sua recuperação.

"Eu menti sobre isso por muitos anos. Toda vez que alguém me perguntava 'de onde você tira essa força?', eu respondia 'não tenho ideia'. Mas a minha personagem e eu crescemos juntas e ela salvou a minha vida", afirmou.

"A principal coisa que acontece quando você tem uma lesão cerebral, fora a paralisia e tudo isso, é a fadiga - que parece uma forma chique de dizer cansaço, mas é realmente debilitante", continuou. "Você não consegue olhar as pessoas nos olhos porque dá vergonha. A maior parte das pessoas não pode se colocar no lugar da Mãe dos Dragões para sair dessa, e é por essas pessoas que falo agora. A série tinha que continuar, então quando você volta a esse lugar e Khaleesi está matando todos os mestres, falando com 300 pessoas em uma língua que não é real e fazendo sexo com Kit Harington [o Jon Snow], isso me forçou a acordar de novo e olhar os outros nos olhos, porque eu precisava".

Ela concluiu: "Foi uma bênção inacreditável. E eu sou muito sortuda por ter as minhas habilidades cognitivas. Há uma pequena parte do meu cérebro que morreu e não sabemos qual é, mas provavelmente foi o meu gosto em homens".

Mais Game of Thrones