Topo

Geek


Final de "The Big Bang Theory" soluciona antigo "problema" e tem muita emoção

Elenco de The Big Bang Theory se despede - Divulgação
Elenco de The Big Bang Theory se despede Imagem: Divulgação

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

17/05/2019 07h59

Atenção: Este texto contém spoilers do último episódio de "The Big Bang Theory". Não lei se não quiser saber o que rolou!

Chegou o fim para "The Big Bang Theory". A série que mudou o olhar para o mundo geek apresentou ontem seu último episódio e deu adeus a Sheldon, Penny, Leonard e companhia com muita emoção e, de certa forma, com um tom de recomeço. Isso porque há um bebê a caminho de dois personagens.

Após 12 temporadas, a CBS apresentou dois episódios colados: "The Change Constant" e "The Stockholm Syndrome", e uma das maiores surpresas não foi, de fato, com nenhum personagem. Você acredita que o elevador do prédio de Sheldon foi consertado? Pois é, chega de escadas para os personagens, e é o fim para aquela fita amarela de "perigo".

Todo mundo quis entrar nele:

#Iconic ?

Uma publicação compartilhada por The Big Bang Theory (@bigbangtheory_cbs) em

A grande notícia do episódio, além da anterior, deu-se com Penny e Leonard: eles estão grávidos!

O episódio

O encerramento da série começa com uma notícia incrível para Sheldon Cooper (Jim Parsons) e Amy Farrah Fowler (Mayim Bialik): eles ganham o Prêmio Nobel de física e deixam a galera toda animada com a viagem para a Suécia, onde receberão a homenagem. É claro que Sheldon e sua atitude autocentrada ficam no caminho, com ele tentando impor o que seria uma "viagem agradável".

Penny (Kaley Cuoco) e Leonard (Johnny Galecki) não conseguem manter a gravidez em segredo e contam a caminho da Suécia, já que ela está sofrendo com os sintomas do início da gestação. "Ela [Penny] está doente e eu vou pegar e vai arruinar o melhor dia da minha vida", diz Sheldon.

Leonard e Penny, grávidos no último episódio de "The Big Bang Theory" - Reprodução
Leonard e Penny, grávidos no último episódio de "The Big Bang Theory"
Imagem: Reprodução

"Eu garanto que você não vai pegar o que ela pegou", diz Leonard. "Eu estou grávida, Sheldon", conta Penny, que ouve como resposta. "É, você está certa, não vou pegar isso".

A reação fria de Sheldon faz Leonard dizer: "Você acabou de saber que a mulher que eu amo e cuido há 12 anos está grávida, e tudo que você pode dizer é que está feliz que ela não vai te passar uma doença? Você é um idiota egoísta".

No avião, Howard (SImon Helberg) e Raj (Kunal Nayyar) disputam quem se sentará ao lado da estrela Sarah Michelle Gellar - e o primeiro vence.

Já na Suécia, Sheldon segue egoísta, mas a hora de seu discurso muda tudo. "Eu tive tenho um longo e autocentrado discurso, mas vou deixá-lo de lado. Essa honra não pertence só a mim. Eu não estaria aqui se não fossem algumas pessoas muito importantes na minha vida", diz ele.

Sheldon agradece à sua família, e complementa: "E minha outra família que estou tão feliz de estar aqui conosco... Ei, aquela é a Buffy, a Caça-Vampiros?", interrompe ele, apontando Sarah Michelle Gellar, que de fato aparece no episódio. Sarah aparece ao lado de Raj e diz: "Só para deixar claro, isso não é um date". Ele responde que sabe, e ouve: "Então porque você está segurando a minha mão?".

"Eu fui encorajado, sustentado, inspirado e tive a tolerância não só da minha esposa, mas deste grupo de amigos, o melhor que alguém já teve. Eu peço desculpas se não fui o amigo que vocês merecem, mas quero que saibam que, do meu jeito, eu amo todos vocês", conclui Sheldon, num discurso emocionante para quem acompanhou sua jornada.

Amy também teve seu momento no microfone, e falou para as mulheres: "Eu só queria aproveitar este momento para dizer às jovens garotas que sonham com as ciências como profissão: Vão fundo! É o melhor trabalho do mundo. E se alguém disser que vocês não conseguem, não ouçam."

"The Big Bang Theory" se encerra com 12 temporadas, 279 episódios e dezenas de indicações e de prêmios nas mais prestigiadas cerimônias. Só no Emmy, foram dez estatuetas - boa parte de melhor ator, para Jim Parsons.