Topo

Pop


Medicamentos foram gatilho para crise de Britney Spears, diz site

Jamie McCarthy/Getty Images
Imagem: Jamie McCarthy/Getty Images

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

23/04/2019 10h57

A internação de Britney Spears em uma clínica de reabilitação teve como causa uma crise emocional deflagrada por problemas com o coquetel de medicamentos que ela toma. De acordo com o site TMZ, a combinação dos remédios passados para a cantora estava sem eficácia, o que gerou um quadro grave.

Segundo o site, Britney recentemente teve tempos difíceis para lidar com a doença de seu pai, Jamie. Ao mesmo tempo, ela passava por um período em que seus médicos estavam testando novas combinações dos medicamentos que ela toma para controlar problemas mentais.

A combinação é desenhada especificamente para ela e, depois de um tempo, parou de surtir o efeito desejado. Um novo coquetel foi preparado, mas não teve efeito positivo.

Com isso, Britney teve de ser tirada da medicação, o que pode causar um efeito grave no paciente. Nas novas combinações, testadas na base da tentativa e erro, a cantora ficou instável e deixou de cooperar com os médicos. Foi esta crise que a levou à reabilitação.

O TMZ afirma que agora os medicamentos foram acertados novamente, o que a deixa próxima de deixar a reabilitação. Ela teve um domingo livre, na Páscoa, e saiu com o namorado, Sam Asghari, mas teve de retornar no mesmo dia.

O site ainda afirma que foi a própria Britney quem quis se internar, para tentar sair da situação complicada em que se viu - ainda que entrar em uma clínica de reabilitação fosse chamar a atenção da imprensa.

Mais Pop