Topo

Pop


Engenheiro de som é multado em US$ 4 milhões por lançar EP de Prince sem autorização

Divulgação
Prince Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

2019-04-09T11:13:09

09/04/2019 11h13

O engenheiro de som George Ian Boxill terá que pagar US$ 4 milhões para os administradores do legado de Prince por lançar um EP de gravações inéditas do músico sem pedir autorização. As informações são do site da Billboard.

O EP, chamado "Deliverance", foi lançado por Boxill em abril de 2017, um ano após a morte de Prince. Ele tentou bloquear a decisão do juiz que ordenou o pagamento da multa, alegando que as leis de direitos autorais permitiam que ele lançasse o EP sem autorização, mas o argumento não funcionou.

Além de não ter pedido permissão para lançar as gravações de Prince, Boxill ainda violou um contrato que havia firmado com o músico anos antes de sua morte. Agora, o engenheiro terá que entregar todo o restante do material de suas sessões com Prince para os administradores do legado.

O EP foi tirado do ar nos serviços de streaming e plataformas legais de consumo de música pouco depois de seu lançamento. No ano passado, a família de Prince liberou a primeira gravação póstuma oficial do cantor, um disco intitulado "Piano & A Microphone 1983".

Mais Pop