Topo

Pop


Sandy diz que teve medo de vaias no Rock in Rio, quando cantou para 250 mil

Ana Carolina Fernandes/Folhapress
Sandy no Rock in Rio 3, em 2001, o segundo maior show da carreira dela em dupla com o irmão Junior Imagem: Ana Carolina Fernandes/Folhapress

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

2019-03-17T04:00:00

17/03/2019 04h00

Em 19 de janeiro de 2001, Sandy e Junior tocaram no Palco Mundo do Rock in Rio logo depois do então novato Aaron Carter, e antes de Five, Britney Spears e N'Sync, as maiores vozes do pop internacional na época.

Dezoito anos depois, o momento foi lembrado pela cantora durante o anúncio da turnê comemorativa dos 30 anos de carreira da dupla que formou com o irmão durante 17 anos.

"Foram vários shows internacionais no Palco Mundo. O nosso foi o único nacional. Era só banda que estava muito estourada na época. A gente ficou até com medo de ser vaiado", relembra Sandy.

O temor de Sandy e Junior fazia muito sentido, principalmente porque dias antes, naquela mesma edição e no mesmo palco, Carlinhos Brown havia sido hostilizado pelo público roqueiro do festival. Mas tocando em uma noite exclusivamente pop, a dupla fez bonito.

A mega produção do show de Sandy e Junior e a empolgação das 250 mil pessoas presentes impressionaram o público e a mídia internacional, fazendo do show deles um dos grandes destaques da terceira edição do festival.

A revista britânica NME chamou o espetáculo de "vergonha para os gringos" e avaliou o show da dupla como o melhor daquela noite. Vale lembrar que a cantora pop Britney Spears chegou a ouvir vaias no mesmo palco. O show também foi eleito o melhor do festival em votação do próprio público.

Divulgação
Sandy e Junior se apresentam no Rock in Rio 3 para uma plateia de 250 mil pessoas Imagem: Divulgação

No auge da carreira e fazendo sucesso com o público infantil e adolescente, a dupla mostrou no Rock in Rio de 2001 o mesmo show da turnê "As Quatro Estações", disco que, além da faixa-título, trouxe os hits "Imortal" e "Vamo Pula!".

Com 250 mil pessoas, o público do Rock in Rio 3 é o segundo maior da carreira de Sandy e Junior. No fim daquele mesmo ano, eles fariam o maior show da carreira, para 1,2 milhão de pessoas, em João Pessoa.

De volta aos palcos

A turnê "Nossa História", que celebra os 30 anos de carreira de Sandy e Junior, terá dez apresentações em dez capitais entre julho e setembro.

Relembrando os sucessos do passado, a dupla passará por Recife (12/7), Salvador (13/7), Fortaleza (19/7), Brasília (20/7), Rio de Janeiro (3/8), Belo Horizonte (17/8), São Paulo (24/8), Curitiba (31/8), Manaus (13/9) e Belém (14/9).

Apesar de especulações prévias, a dupla garantiu que não participará do Rock in Rio em 2019. Neste ano, o festival acontece logo após o fim da turnê comemorativa da dupla.

Antônio Gaudério/Folhapress/Digital
Sandy e Junior foram uma das atrações do Rock in Rio 3, em 2001 Imagem: Antônio Gaudério/Folhapress/Digital

"Essa história de Rock in Rio foi uma especulação. Já vai ter acabado a turnê quando tiver o Rock in Rio e por uma questão de 'timing', quando a gente estava organizando [a turnê 'Nossa História'] eles já tinham o line-up, alguma coisa assim", explica Junior.

"E como a gente acabou de divulgar essa turnê, e eles iam fazer a divulgação deles muito antes, então não estaremos no Rock in Rio, mas vai ter show no Rio de Janeiro", reforça Sandy.

Os ingressos para a turnê "Nossa História" começam a ser vendidos no dia 22 de março. A pré-venda, exclusiva para clientes do cartão Elo, começa dois dias antes, em 20 de março. Veja aqui valores e como comprar ingressos.

Mais Pop