Topo

Pop


Open bar de água? 12 fatos sobre a reunião de Sandy e Junior 12 anos depois

Sandy e Junior anunciam volta da dupla em turnê pelo Brasil - Mariana Pekin/UOL
Sandy e Junior anunciam volta da dupla em turnê pelo Brasil
Imagem: Mariana Pekin/UOL

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

20/03/2019 04h00

Sandy e Junior estão de volta para a turnê comemorativa "Nossa História" doze anos depois do anúncio do fim da dupla. A reunião tão aguardada começa a tomar forma hoje para os fãs que estão comprando ingressos em pré-venda.

Pensando neles e no longo tempo que Sandy e Junior não se encontraram mais nos palcos, separamos 12 fatos sobre a turnê que já é uma realidade:

1- Open bar de água

O tal "open de água" de Sandy e Junior que viralizou nos últimos dias não é somente isso. É um pacote comercializado à parte e que dá várias vantagens, entre elas "água liberada para consumo". No pacote gold, os fãs terão, além do "open de água", uma credencial personalizada, entrada antecipada no show e acesso à passagem de som dos artistas. Já o pacote diamante oferece as mesmas vantagens e uma visita ao backstage. O gold está disponível em todos os shows da turnê e custa R$ 350. Em São Paulo e no Rio o mesmo pacote sai por R$ 400. Apesar de pagar mais caro pelo gold, São Paulo e Rio de Janeiro são as únicas cidades com a opção do diamante, que custa R$ 600. É importante reforçar que o fã só consegue adquirir tais pacotes se já tiver os ingressos de pista (pacote gold) ou pista premium (pacotes gold e diamante).

2- Meet & greet

Sandy prometeu que os fãs terão acesso ao camarim em todos os dez shows da turnê. E sem pagar nada a mais por isso. A ideia é fazer como nos velhos tempos, quando os fãs se inscreviam e eram sorteados para conhecer a dupla. A inscrição para os sorteios deve rolar pelo site www.sandyejunior.com.br, que voltou ao ar junto com o anúncio da turnê "Nossa História".

3- Stalkers

Os fãs também têm participação na escolha do repertório da turnê. "Juntamos um setlist que a gente fez com um setlist dos sonhos que a nossa equipe fez e um setlist de fãs que a gente 'stalkeou' na internet e nas redes sociais e vimos o que eles queriam ouvir e cantar. E é isso o que a gente vai dar pra eles", diz Sandy. "A ideia é não deixar passar nenhum dos grandes clássicos, tudo o que for mais marcantes do nosso repertório tem que estar", completa Junior.

4- Shows extras

Apesar de tanta dedicação aos fãs, são poucas as chances de shows extras. "Dependendo de como for [a procura] a gente pode pensar na possibilidade de abrir uma nova data, mas isso ainda não é real", pondera Sandy. "A ideia é cumprir realmente as principais regiões. A gente conseguiu fazer de norte a sul e espero que isso atenda a galera", explica Junior, que ainda reforçou que vai conciliar sua agenda com o duo de música eletrônica Manimal durante a turnê. Sandy também pretende retomar sua turnê solo assim que os shows acabarem, em setembro.

5- Participações

Já as participações especiais podem acontecer. "Não chegamos a discutir sobre isso, mas como os shows vão começar a partir de julho a gente ainda pode discutir", admite Sandy. O irmão se mostrou aberto aos colegas que quiserem participar do momento único da dupla. "Quem quiser se convidar aí manda uma mensagem pra gente", pediu. Mas o músico podera. "Se rolar isso vai ser um extra, um bônus. O principal é reviver com os fãs a nossa história."

6- Redes sociais

A dupla, que não viveu a era das redes sociais, quer agora recuperar o tempo perdido. Tanto Sandy como Junior prometeram compartilhar os bastidores em seus respectivos perfis. Eles ainda estimulam os fãs a contarem suas histórias do passado usando a hashtag #NossaHistoriaSJ. "Queria pedir para os fãs que quiserem contar a sua história relacionada à gente usarem essa hashtag que eu vou adorar. Quero ficar acompanhando porque é muito legal", pediu Junior. O site também deve abrir um espaço para as histórias de fãs de Sandy e Junior.

7- Dancinhas

Um corpo de balé deve dar conta das famosas coreografias da dupla, como a de "Dig-Dig-Joy". "Não pretendo ficar parada, mas também 'tenho sonhos adolescentes, mas as costas doem'", diz Sandy sobre repetir as danças que fazia quando criança e adolescente. Aos 36 anos, a cantora promete que vai se esforçar. "Vai ser um show animado. Não vão pensando em coisa intimista. Vai ter palcão com led, balé, tudo isso aí." Aos 34 anos, Junior segue a mesma linha da irmã. "Tem coisa que não cabe mais. Tô 'véio'. Mas tudo o que a gente puder matar de saudade, a gente vai matar. Queremos trazer músicos clássicos que tocaram com a gente, celebrar mesmo essa história", promete.

8- Xororó e Noely

Pai dos cantores e produtor de dez discos da dupla, Xororó teve papel fundamental na decisão dos irmãos de se reunir para celebrar os 30 anos de carreira artística. "Um dos grandes culpados de isso estar acontecendo é o Xororó. Se alguém tiver querendo agradecer a alguém, pode falar com ele", entregou Junior. Sandy fez questão de destacar também a importância da mãe, Noely. "Eles fizeram parte da nossa carreira toda. Eles que eram os nossos empresários na época. A gente fazia tudo em família. Minha mãe foi diretora dos nossos shows até antes do 'Quatro Estações'. Todas as turnês antes do 'Quatro Estações' foi a minha mãe que digiriu."

9- Não é por dinheiro

Diferentemente do que muita gente que pouco conhece Sandy e Junior tem falado, a reunião não tem nada a ver com os rios de dinheiro que a dupla deve ganhar. "É para ser um projeto pontual mesmo porque queremos retomar nossas carreiras individuais depois. Não é uma questão de dinheiro. A gente não está fazendo por dinheiro. Claro que dinheiro é maravilhoso, a gente gosta, quem não gosta, mas não estamos fazendo por isso", diz Sandy.

10- DVD ou Netflix

A turnê será sim registrada, mas apesar dos pedidos, não deve virar DVD. "Vamos registrar, mas só pra gente. Não pretendemos fazer disso um novo produto para vender. Quem quiser ver Sandy e Junior de novo tem que ir aos shows. Serão dez oportunidades", convida Sandy. No entanto, a possibilidade de transformar o registro em algo mais especial, como por exemplo um especial para o streaming, não está descartada. "É algo que está em aberto, mas não temos nada engatilhado. Estamos registrando de qualquer maneira, mas, por enquanto, é só para nós", reforça Sandy.

11- Adeus &

Na turnê comemorativa, o & que unia o nome dos irmãos durante os 17 anos de carreira dá lugar a um símbolo formado por dois triângulos. E a mudança, claro, tem uma explicação. "O & foi substituído por um símbolo que significa irmãos. Pois somos figuras individuais, artistas individuais que estão se juntando. Porém irmãos. É essa a simbologia", conta Junior.

12- Viagem pelo Brasil

Com dez shows, a turnê "Nossa História" teve toda uma logística pensada para atender os fãs de Sandy e Junior dos quatro cantos do país. As apresentações começam pelo Nordeste e Recife será a primeira capital a recordar a história da dupla, em 12 de julho. Salvador recebe a dupla em 13 de julho seguido por Fortaleza, no dia 19 de julho. A próxima parada é a capital federal, bem no centro do país. Os fãs de Brasília recebem Sandy e Junior no dia 20 de julho. Uma pequena pausa para descanso e os irmãos seguem para o sudeste. O show do Rio de Janeiro acontece em 3 de agosto, seguido por Belo Horizonte (17 de agosto) e São Paulo, com o maior show da turnê, para 45.500 pessoas, em 24 de agosto. Em seguida, a dupla desce para o sul do país e faz show em Curitiba no dia 31 de agosto. A turnê se encerra no norte, com um show em Manaus no dia 13 de setembro e outro em Belém, em 14 de setembro, que marcará mais uma vez a despedida de Sandy e Junior dos palcos.

Mais Pop