PUBLICIDADE
Topo

Geek


Após "Capitã Marvel" ser sabotado, site de críticas estuda como rebater haters

Brie Larson e Samuel L. Jackson em cena de "Capitã Marvel" - Divulgação
Brie Larson e Samuel L. Jackson em cena de "Capitã Marvel" Imagem: Divulgação

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

13/03/2019 22h17

Após o filme "Capitã Marvel" ser sabotado em sua página no Rotten Tomatoes, o maior agregador de críticas amadoras e profissionais da internet, o site estuda uma forma de eliminar haters. As informações são do THR.

A ideia é que o Rotten mantenha a integridade de sua audiência com possíveis medidas que incluem verificar se o crítico realmente assistiu ao filme. Ainda não há mais detalhes de como isso poderia ser feito.

A página do novo filme da Marvel foi invadida por internautas furiosos com as declarações de teor feminista dadas pela estrela Brie Larson em entrevistas -- ela pediu que a equipe de jornalistas que cobriu a divulgação do projeto fosse igualmente dividida entre homens e mulheres.

Antes mesmo de "Capitã Marvel" ser lançada, várias críticas negativas denegriram a imagem da protagonista e do projeto solo da heroína.

"Eu nunca vou entender porque a Marvel decidiu escalar uma sexista e racista que direciona seu ódio a homens brancos. Se Robert Downey Jr. começasse a dizer que não se importa com a opinião de mulheres bancas, ou que não queria ser entrevistado por uma, as pessoas surtariam", escreveu um internauta.

"Eu não veria esse pedaço de m**da de filme nem se me pagassem", ofendeu outro. "Estou farto da política de identidade tomando conta da cultura pop. Brie Larson poderia ser atropelada por um ônibus, e eu não derramaria uma lágrima".

Mesmo com a polêmica, o filme atualmente conta com 63% de aprovação pelos usuários e 79% pela crítica especializada. "Capitã Marvel" já passou dos US$ 500 milhões nas bilheterias mundiais e caminha para ser mais um sucesso do estúdio.

Geek