PUBLICIDADE
Topo

Morre Jan-Michael Vincent, da clássica série oitentista "Águia de Fogo", aos 74

Jan-Michael Vincent em "Águia de Fogo" - Divulgação/IMDb
Jan-Michael Vincent em "Águia de Fogo" Imagem: Divulgação/IMDb

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

08/03/2019 15h13

O ator Jan-Michael Vincent morreu no último dia 10 de fevereiro, em decorrência de um ataque cardíaco, aos 74 anos. A morte foi confirmada só hoje pela "Variety", que conseguiu acesso ao certificado de óbito do astro, conhecido pela série oitentista "Águia de Fogo".

Na produção, exibida originalmente entre 1984 e 1986, ele interpretava o piloto Stringfellow “String” Hawke. O personagem comandava o helicóptero "Águia de Fogo", do qual a série tirava o seu nome, em perigosas missões de espionagem.

Durante as três temporadas de "Águia de Fogo", Vincent se tornou um dos astros de TV mais bem pagos de sua época. Em certo ponto, ele chegou a ganhar US$ 200.000 por episódio, cifra inédita nos anos 1980.

Fora da série, o ator teve papéis marcantes em filmes como "Assassino a Preço Fixo" (1972), "O Risco de Uma Decisão" (1975) e "Buffalo 66" (1998). Seu último trabalho foi o thriller "White Boy", lançado em 2002.

Na vida pessoal, Vincent lutou contra o vício em drogas e álcool por décadas. Em 2000, foi obrigado a pagar US$ 350.000 a uma ex-namorada como parte de um processo em que ela o acusava de violência doméstica, incluindo um incidente que a levou a perder um bebê.

No mesmo ano, Vincent passou 60 dias na prisão por desobedecer regras de sua liberdade condicional, aparecendo bêbado em público e agredindo sua então noiva. Em 2014, ele revelou em entrevista que havia amputado a perna direita abaixo do joelho após uma infecção -- depois disso, usou uma prótese.

O ator foi casado três vezes e teve uma filha, Amber Vincent, hoje com 47 anos.