PUBLICIDADE
Topo

Equipe de Michael Jackson lança vídeo para competir com doc polêmico da HBO

Michael Jackson - Reuters
Michael Jackson Imagem: Reuters

Thaís Sant'Anna

Colaboração para o UOL

04/03/2019 09h42

A equipe que cuida do legado de Michael Jackson tentou um último ataque para tentar derrubar o documentário "Leaving Neverland", que alega que o falecido cantor abusou sexualmente de garotos.

No mesmo dia da exibição da primeira parte do documentário exibido pela HBO ontem, o canal do YouTube oficial do cantor lançou um filme da turnê de 1992 em Bucareste, chamado "Live in Bucharest (The Dangerous Tour)", com a mesma duração, de 2 horas e 20 minutos.

E não para por aí, segundo o Twitter oficial de Michael Jackson, durante a exibição da segunda parte do documentário, vai ser mostrado ao mesmo tempo no canal do YouTube do cantor um segundo filme, desta vez do show no estádio de  Wembley Stadium, na Inglaterra, em 1988.

Processo contra documentário

A família de Michael Jackson entrou com processo contra a HBO, tentando impedir a exibição do documentário "Leaving Neverland", que detalha as acusações de abuso sexual levantadas contra o cantor por dois jovens que eram menores de idade na época dos eventos.

Segundo o "TMZ", os advogados da família do rei do pop alegam que "Leaving Neverland" quebra um contrato assinado pela HBO e por Jackson em 1992. Nele, a emissora prometeu não levar ao ar conteúdos prejudiciais ao cantor. O valor da ação pode passar de US$ 100 milhões, de acordo com a "Variety".

Trailer do documentário sobre Michael Jackson

UOL Entretenimento