PUBLICIDADE
Topo

Morre André Previn, compositor de trilhas sonoras que ganhou 4 Oscar, aos 89

André Previn - Reprodução
André Previn Imagem: Reprodução

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

28/02/2019 14h59

O compositor André Previn, que ganhou 4 Oscar e criou os temas inesquecíveis de filmes como "Minha Bela Dama" e "Gigi", morreu hoje em sua casa em Nova York, nos EUA. A informação é do "Deadline".

Previn tinha 89 anos, e parou de trabalhar no cinema nos anos 1970. Desde então, o alemão naturalizado americano serviu como condutor na Orquestra Filarmônica de Los Angeles, além de gravar discos premiados de jazz e música clássica.

O compositor venceu suas 4 estatuetas do Oscar pelos filmes "Gigi" (1958), "Porgy & Bess" (1959), "Irma La Douce" (1963) e "Minha Querida Dama" (1964). Ele também recebeu indicações por "Três Palavrinhas" (1950), "Dá-Me Um Beijo" (1953), "Dançando nas Nuvens" (1955), "Essa Loira Vale Um Milhão" (1960), "Entre Deus e o Pecado" (1960), "Pepe" (1960), "Dois na Gangorra" (1962), "Positivamente Millie" (1967) e "Jesus Cristo Superstar" (1974).

Previn também venceu vários prêmios do Grammy, sendo honrado com um troféu pelo conjunto da carreira em 2010. No Emmy, foi indicado diversas vezes por programas de música clássica e pela trilha sonora de algumas séries, embora nunca tenha vencido uma estatueta.

O músico foi casado cinco vezes e teve sete filhos biológicos. Com a atriz Mia Farrow, com quem ficou casado entre 1970 e 1979, ele ainda adotou três crianças, incluindo Soon-Yi Previn, que ficaria famosa mais tarde por ter um caso com Woody Allen, cineasta com quem Farrow se casou anos depois.