PUBLICIDADE
Topo

Peter Tork, do The Monkees, morre aos 77 anos

The Monkees, com Peter Tork à direita - Getty Images
The Monkees, com Peter Tork à direita Imagem: Getty Images

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

21/02/2019 14h04

O músico Peter Tork, baixista e vocalista do The Monkees, morreu hoje aos 77 anos. De acordo com o "Washington Post", a notícia foi confirmada por sua irmã. A causa da morte não foi divulgada. O que se sabe é que Tork foi diagnosticado, em 2009, com um carcinoma que afetou sua língua.

O músico fez parte da banda The Monkees, criada em 1965 pela rede de televisão norte-americana NBC com intenção de rivalizar com os Beatles. Entre 1966 e 1968, ele e os outros integrantes --Davy Jones, Michael Nesmith e Micky Dolenz-- atuaram na série que levava o nome da banda e gravaram o filme "Os Monkees Estão Soltos".

Peter Tork em foto de 2016 - Getty Images - Getty Images
Peter Tork em foto de 2016
Imagem: Getty Images

O grupo lançou hits como "Daydream Believer", "Last Train to Clarksville" e "I'm a Believer", essa última escrita por Neil Diamond. Mesmo depois de o programa ter sido cancelado, após 58 episódios, eles continuaram a lançar álbuns e a fazer turnês até 1971. O Monkees vendeu 50 milhões de discos em todo o mundo e foi considerado por John Lennon como "os irmãos Marx do rock", uma referência aos comediantes norte-americanos.

Jones, Dolenz e Tork se reuniram para uma turnê de aniversário de 45 anos da banda no começo desta década. 

Tork se manteve ativo na música e tocou também com o cantor folk James Lee Stanley e com o Peter Tork & Shoe Suede Blues - sendo que neste último projeto lançou o álbum "Relax Your Mind" em 2018.

Davy Jones, que cantou na banda, morreu aos 66 anos em 2012, após um ataque cardíaco.