PUBLICIDADE
Topo

Prestes a estrear programa no SBT, Maisa quer seguir no cinema: "Tipo Hannah Montana"

Maísa Silva divulga o filme "Cinderela Pop" - Paulo Pacheco/UOL
Maísa Silva divulga o filme "Cinderela Pop" Imagem: Paulo Pacheco/UOL

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

18/02/2019 15h11

A rotina da já atarefada Maisa Silva ficou ainda agitada com duas estreias próximas: a do filme "Cinderela Pop", do qual é protagonista, no dia 28, e seu talk show no SBT, em março. A artista de 16 anos quer conciliar os trabalhos de atriz e apresentadora.

"Aprendi depois do meu primeiro filme ['Carrossel, O Filme', de 2015] que TV e cinema são coisas bem diferentes. Em novela fico um ano me dedicando ao projeto. Mas filme vale a pena, tem outro cuidado, é bem diferente. Foi uma experiência muito legal para mim. Quero fazer um pouquinho dos dois, tipo Hannah Montana", brincou Maisa, se referindo ao papel mais famoso da cantora Miley Cyrus na TV e no cinema.

A artista gostou da ideia de ter um programa próprio porque conseguirá organizar melhor sua agenda cheia de compromissos.

"Agora que tenho um programa, eu que mando, né? (risos) A vida inteira fiz novela e era uma parte da engrenagem. Agora terei mais dias certos para gravar, vou conseguir colocar uma rotina na minha vida. Conseguirei separar mais janela pra fazer filmes, porque não quero abrir mão disso", afirma.

Curso de DJ

Maisa Silva em "Cinderela Pop" - Reprodução/YouTube - Reprodução/YouTube
Maisa Silva fez curso de DJ para seu papel no filme "Cinderela Pop"
Imagem: Reprodução/YouTube

Em seu primeiro filme como protagonista, Maisa vive Cintia, uma estudante que sonha ser DJ e não acredita no amor desde quando viu seu pai trair a mulher na festa de aniversário de casamento deles. Mas a chegada do cantor Fredy Prince (Filipe Bragança) muda a ideia da garota sobre o sentimento. Adaptação moderna de "Cinderela", o filme é baseado no livro homônimo de Paula Pimenta, que recebeu da própria Maisa o convite para atuar.

Maisa Silva Paula Pimenta - Reprodução/Instagram/@paulapimenta - Reprodução/Instagram/@paulapimenta
Maisa Silva e a escritora Paula Pimenta, autora de "Cinderela Pop"
Imagem: Reprodução/Instagram/@paulapimenta

"Meu convite foi o mais inusitado, porque me ofereci, bem folgadinha mesmo. As oportunidades estão aí, a gente tem que correr atrás. Eu estava fazendo 'Tudo por um Popstar' e o Rodrigo Montenegro, da Panorâmica Filmes, disse que faria 'Cinderela Pop'. Li o livro em uma hora e me apaixonei pela história do filme. 'Você gostaria de fazer a Cinderela?', perguntou. Lógico que sim! Fiz um vídeo me apresentando", disse Maisa. "Como se eu não a conhecesse", brincou Paula Pimenta.

Maisa confessa ter ficado nervosa por estrelar seu primeiro longa-metragem, mas ela elogia a preparação que teve para interpretar Cintia: "Foi bem diferente essa experiência, porque nunca tinha feito uma protagonista solo. Estava bem nervosa no começo, achei estranho, me perguntava se daria conta. Mas eu tinha uma equipe muito legal para me preparar. Tive aula de piano, fiz curso de DJ, passei por várias coisas para me colocar no universo da Cintia".