PUBLICIDADE
Topo

Ja Rule diz que planeja fazer uma nova versão do Fyre Festival

O rapper Ja Rule no Royal - Mastrangelo Reino/Folhapress
O rapper Ja Rule no Royal Imagem: Mastrangelo Reino/Folhapress

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

15/02/2019 09h01

O Fyre Festival fracassou, mas rendeu frutos no mundo dos documentários, que viraram febre na Netlix e no Hulu, plataformas de streaming. O rapper Ja Rule, foi um dos fundadores da empreitada, mas foi muito menos criticado que o parceiro no festival, Billy McFarland, que chegou a ser preso, por fraude. Agora, ele admite que pode criar uma nova versão do evento.

Em entrevista ao site TMZ, Ja Rule disse que ainda não viu os documentários. "Eu ainda não os vi. Eles são muito populares, o pessoal está curtindo. Mas eu não preciso ver, eu vivi aquilo", afirmou o rapper, sobre o evento que aconteceria nas Bahamas e prometia ser luxuoso.

Questionado se já dá para dar risada do ocorrido, ele disse que não. "Não é algo engraçado para mim, foi algo que partiu meu coração. Eu queria que fosse algo especial e incrível, e não foi o que aconteceu."

Ja Rule então deixou no ar que pode organizar um festival das cinzas do Fyre Festival, até para aproveitar o momento.

"No meio do caos há oportunidades. Estou trabalhando em novas coisas, tenho minha nova plataforma... [O Fyre Festival] é o mais icônico festival que nunca aconteceu. Eu tenho planos de criar meu próprio festival icônico, mas você não ouviu isso de mim (risos)".

Ja Rule esteve no Brasil no fim de semana para cantar. Ele chegou a visitar a casa do rapper brasileiro Hungria Hip Hop.

Billy MacFarland terá de indenizar investidores do Fyre Festival em US$ 11 milhões. Depois dos documentários, também será feito um filme sobre o embaraçoso evento.