PUBLICIDADE
Topo

Agência que fez publicidade do Fyre Festival teve controle sobre doc da Netflix

Trailer de "Fyre Festival: Fiasco no Caribe", da Netflix

UOL Entretenimento

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

14/02/2019 13h15

A agência de publicidade FuckJerry teve controle criativo sobre o documentário "Fyre Festival: Fiasco no Caribe", que a Netflix lançou em janeiro. O filme retrata o fracasso do festival, que a FuckJerry ajudou a promover através de um vídeo publicitário estrelado por modelos famosas como Kendall Jenner, Bella Hadid e a brasileira Alessandra Ambrosio.

A informação vem de uma reportagem do site "The New Republic", que conseguiu acesso a e-mails trocados entre Mick Purzycki, chefe da FuckJerry, e o diretor de fotografia Michael Swaigen, que filmou uma boa parte do material promocional do Fyre Festival.

Em uma mensagem enviada em 25 de março do ano passado, Purzycki disse a Swaigen que "tinha controle sobre o corte final do filme". "Eu não vou aprovar nada que não seja feito com integridade", garantiu o executivo.

Muitos notaram que a FuckJerry foi retratada no documentário como mais uma das vítimas do idealizador do Fyre Festival, Billy McFarland, que atualmente está preso por fraude. Representantes da agência entrevistados no filme argumentaram que a FuckJerry não tinha responsabilidade sobre o produto final, apenas sobre os materiais promocionais.

Contatada pelo "The New Republic", a Netflix negou que Purzycki teve controle sobre a versão do documentário que foi parar no serviço de streaming. "O acordo firmado entre as duas partes apenas estipulava apenas que a agência poderia se retirar da produção quando quisesse e levar consigo o material que trouxe para a mesa", disseram representantes da plataforma em comunicado oficial.

Boa parte do material de arquivo usado no documentário veio de registros feitos pela FuckJerry e seus associados. Tanto a Netflix quanto o próprio Purzycki reafirmaram que o corte final do documentário ficou nas mãos do diretor, Chris Smith.

Fyre Festival - Reprodução - Reprodução
Trecho do vídeo promocional do Fyre Festival, produzido pela agência FuckJerry
Imagem: Reprodução