PUBLICIDADE
Topo

Velório de Bibi Ferreira será realizado amanhã no Theatro Municipal do RJ

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

13/02/2019 17h25

O velório de Bibi Ferreira, que morreu no início da tarde de hoje aos 96 anos, será realizado amanhã no Theatro Municipal do Rio Janeiro, na região central da cidade. A cerimônia, aberta ao público, acontecerá das 10h às 15h. Em seguida, ela será cremada.

Atriz, cantora, compositora e diretora, ela estava em sua casa, no Flamengo, quando passou mal. "Foi um infarto fulminante. Ela estava muito idosa, foi muito rápido. Foi sem sofrimento, graças a Deus. Ela tinha uma saúde de ferro, chegou a hora dela", disse ao UOL a neta Claudia Ferreira Gonzalez Lima.

No ano passado, Bibi enfrentou uma série de problemas de saúde. Ela chegou a ser internada com quadro de desidratação. 

Em setembro de 2018, Bibi anunciou sua aposentadoria dos palcos, após 77 anos de carreira. Em uma nota oficial, ela disse que seguiria "uma vida mais reclusa, com a família e seus amigos mais íntimos, não estando mais disponível para entrevistas, mesmo por e-mail".

Bibi é considerada a primeira-dama do teatro brasileiro, tendo estreado nos palcos com apenas 20 dias de idade, na peça "Manhãs de Sol", substituindo uma boneca que havia desaparecido horas antes do espetáculo.

Como atriz e cantora, Bibi teve grande sucesso nos musicais "Gota d'Água", de Chico Buarque e Paulo Pontes, "Minha Querida Dama" (versão brasileira do clássico "My Fair Lady", que fez com Paulo Autran), "O Homem da La Mancha", "Alô Dolly" e "Piaf, a Vida de uma Estrela da Canção", em 1983. Com este espetáculo, Bibi percorreu o Brasil inteiro e vários países, encerrando a turnê em Portugal.