PUBLICIDADE
Topo

"Ela conseguiu a eternidade", diz atriz que interpretou Bibi Ferreira em musical

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

13/02/2019 16h39

A atriz e cantora Amanda Acosta lamentou a morte de Bibi Ferreira, na tarde de hoje. Ela interpretou a diva do teatro brasileiro no espetáculo "Bibi, Uma Vida em Musical", que ficou em cartaz em 2018 e que lhe rendeu um troféu de melhor atriz no Prêmio Bibi Ferreira.

Amanda Acosta - Guga Melgar/Divulgação - Guga Melgar/Divulgação
A atriz Amanda Acosta no espetáculo "Bibi, uma vida em musical"
Imagem: Guga Melgar/Divulgação
Amanda ensaiava cenas de sua próxima peça, "As Cangaceiras", quando soube da morte de Bibi Ferreira. Ao UOL, a atriz conta que se comoveu imediatamente, mas precisou de um tempo para digerir a notícia.

"Ela está cravada na nossa alma, no nosso coração, na nossa memória. Quem conheceu Bibi e teve contato com a arte dela não esquece jamais. Ela é uma referência, uma inspiração. Ela conseguiu a eternidade", afirma a atriz, emocionada.

Amanda Acosta, que ficou famosa na década de 1980 no grupo infantil Trem da Alegria, deu um salto na carreira ao interpretar Bibi Ferreira da adolescência à terceira idade. A atriz relembra o dia em que conheceu Bibi no dia em que ela assistiu ao musical sobre a trajetória dela.

"Fiquei nervosa durante uma semana. Estava aquecendo e me falaram: 'Ela chegou Amanda! Quer ver na cortina?'. Respondi: 'Não, não... quero, quero!'. Eu a vi entrando de carreira de rodas, fiquei muito nervosa, mas na hora do espetáculo todo o elenco se uniu e foi belíssimo, impecável. Comecei a cantar Edith Piaf e ela cantou comigo. Foi uma catarse, uma noite histórica para o teatro brasileiro. Com certeza, foi o meu dia mais especial", recorda.