PUBLICIDADE
Topo

Globo exibe piloto de "Handmaid's Tale" e internautas veem "recado" político

Elisabeth Moss em cena de "The Handmaid"s Tale" - Divulgação
Elisabeth Moss em cena de "The Handmaid's Tale" Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

13/02/2019 09h18

A Rede Globo exibiu, na madrugada de hoje, o episódio piloto de "The Handmaid's Tale", série originalmente produzida em 2017 pelo Hulu. A transmissão do episódio, que dá o pontapé inicial nas (até agora) duas temporadas da série, serviu como forma de promover a inclusão de "The Handmaid's Tale" no serviço de streaming da emissora, o Globo Play.

É a primeira vez que a adaptação da obra de Margaret Atwood é exibida na TV aberta brasileira. Na trama, acompanhamos Offred/June (Elisabeth Moss), que vive em uma sociedade autoritária onde mulheres férteis são estupradas e obrigadas a carregar os filhos dos líderes religiosos e políticos.

Nas redes sociais, alguns internautas especularam que a exibição do episódio da série, que traz críticas firmes ao conservadorismo e ao fundamentalismo religioso, foi um "recado político" da Globo para o novo governo federal, que é comparado por muitos dos seus opositores ao de Gilead (a nação fictícia da série, instalada dentro dos EUA).

No Twitter, os comentários se concentraram em torno de apelos para que a "mensagem da série" e seu "tema tão atual" fossem absorvidos pelo público. Muitos usuários também expressaram surpresa por verem tantas pessoas conhecendo a série apenas agora, quando está prestes a chegar a sua terceira temporada, ao mesmo tempo elogiando a iniciativa da Globo de levá-la para mais pessoas.

Confira alguns dos tuítes: