PUBLICIDADE
Topo

Robert Rodriguez sobre "Alita": "Fiz um filme de James Cameron"

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

13/02/2019 04h00

Resumo da notícia

  • James Cameron comprou os direitos há mais de dez anos
  • Filme demorou para sair por causa de "Avatar"
  • Robert Rodriguez fez o roteiro e dirigiu o filme
  • Elenco tem Rosa Salazar, Mahershala Ali e Michelle Rodriguez

No início dos anos 2000, James Cameron era o cineasta mais importante do mundo. Era um dos maiores vencedores do Oscar, com 11 estatuetas por "Titanic". Seu maior desafio naquela época era se manter no auge e ele tinha carta branca dos estúdios para fazer o que quisesse. Sua escolha foi adaptar para as telonas o mangá "Battle Angel Alita", de Yukito Kishiro, uma história cyberpunk futurística repleta de efeitos especiais.

Os fãs de mangás não se contiveram de felicidade. Entre eles, o diretor Robert Rodriguez, de filmes como "Sin City", "Machete" e "Um Drink no Inferno". Mas então surgiu o projeto de "Avatar" e Cameron colocou em stand-by todos os outros trabalhos, inclusive "Alita", para se dedicar exclusivamente à história espacial-ecológica, considerada por ele como o maior projeto de sua vida.

"Jim Cameron me falou que faria 'Avatar' pelo resto da sua vida", disse Robert Rodriguez ao UOL. "Como fã, fiquei em pânico. O que iria acontecer com 'Battle Angel'? Estava ansioso para ver 'Alita' desde o primeiro anúncio há anos".

"Ele me disse que, se eu conseguisse finalizar o roteiro, eu poderia dirigi-lo. Aceitei. 'Alita' é um filme do Jim [apelido de Cameron]. Da mesma maneira que eu fiz 'Sin City' no jeito do Frank Miller, e 'Um Drink no Inferno' do jeito do Quentin Tarantino. Jim não dirigiu diretamente, mas ficou como se ele tivesse dirigido", contou.

Mais de dez anos depois de James Cameron adquirir os direitos da história, finalmente "Alita: Anjo de Combate" chega amanhã aos cinemas.

Uma década de espera

No filme, a ciborgue Alita (Rosa Salazar) é encontrada sem memória em um lixão por Dr. Ido (Christoph Waltz), que lhe dá um novo corpo. Ela descobre que, no passado, foi uma grande guerreira marciana e fracassou ao tentar salvar a Terra. Agora, com a ajuda de novos amigos, ela tem a chance de lutar e, finalmente, vencer o vilão Victor. O elenco tem ainda Jennifer Connelly, Mahershala Ali e Michelle Rodriguez.

O produtor Jon Landau, que divide um dos Oscars de "Titanic" com James Cameron, explicou ao UOL por que o filme demorou tanto tempo para ser lançado. "Esperamos para fazer as coisas direito. Naquela época, estávamos divididos entre fazer 'Alita' ou 'Avatar' e tomamos a decisão de fazer 'Avatar'", contou. "Teríamos que encontrar um cineasta em que confiássemos o nosso bebê 'Alita'. Finalmente, surgiu Robert Rodriguez, o diretor perfeito para o que queríamos".

O resultado é um filme com efeitos especiais belíssimos, criações perfeitas de futurísticos prédios, máquinas e ciborgues que transitam pelas labirínticas ruas da Cidade de Ferro, onde Alita vive. O local é subjugado pela idílica cidade flutuante de Zalem. Todos querem viver lá e a única maneira de subir é vencendo o mortal torneio de motorball. Vale o destaque para a reprodução em live-action da atriz Rosa Salazar como Alita, imprimindo-lhe aqueles olhos gigantes característicos dos mangás, em um rosto aparentemente sintético de uma ciborgue.

Ciborgue não é robô

Conhecido por seus filmes repletos de sangue e violência, Robert Rodriguez encarou o desafio de fazer seu primeiro filme cyberpunk futurístico (e sem sangue). "Ciborgues podem sangrar. Eles têm fluídos", brincou Rodriguez. "Tivemos que criar limitações, senão os ciborgues seriam indestrutíveis. Jim foi inteligente em criar esses ciborgues com fraquezas que podem ser exploradas para criar um drama".

Jon Landau completou. "Ciborgue não é um robô. Ciborgue é um humano melhorado com partes mecânicas. Então, eles ainda têm sangue e um cérebro dentro de seus sistemas. Eles podem sentir emoções", contou. "É importante essa diferença porque 'Alita' é um filme sobre emoções, amor e uma jornada de autoconhecimento".

Assista ao trailer: