PUBLICIDADE
Topo

Ex-namorada acusa rapper Tekashi 6ix9ine de agressão: "Ele me batia por horas"

Tekashi 6ix9ine com a ex-namorada, Sara Molina, e a filha - Reprodução/Instagram
Tekashi 6ix9ine com a ex-namorada, Sara Molina, e a filha Imagem: Reprodução/Instagram

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

06/02/2019 11h24

Sara Molina, ex-namorada de Tekashi 6ix9ine, acusou o rapper de agredi-la "com frequência" durante os sete anos do relacionamento dos dois. Em entrevista ao "The Daily Beast", ela recontou um incidente ocorrido em outubro de 2018, um mês antes da prisão do rapper por extorsão.

Os dois, que tem juntos a filha Saraiyah, de cinco anos de idade, estavam em Dubai quando o rapper "acertou um soco no rosto" da namorada. Segundo Molina, o golpe fez com que uma presilha de cabelo se enterrasse em seu couro cabeludo.

"Eu estava sangrando", comentou. "Havia sangue nos lençóis e nos travesseiros do hotel. Ele ficou assustado. Eu disse que estava indo embora, e ele me disse que estava arrependido e que eu não podia ir. Ele me convenceu a ficar".

Pouco depois, no entanto, 6ix9ine acusou Molina de dormir com o seu empresário, Kifano "Shotti" Jordan. Tentando incentivá-la a "confessar", o rapper admitiu que também havia se envolvido com muitas outras mulheres durante o namoro dos dois.

Quando, mesmo assim, Molina não fez nenhuma confissão, o rapper retomou as agressões. "Ele começou a me bater de novo. Ele me bateu por duas horas seguidas. Ele tinha algo de insano nos olhos. Eu fiquei muito assustada. Ele me bateu tão forte no ouvido direito que achei que estava surda", contou.

Molina disse que tentou fugir pela porta do quarto, mas 6ix9ine conseguiu puxá-la de volta para cama. Quando ela começou a gritar, ele pressionou um travesseiro em cima de seu rosto.

"Ele colocou o braço ao redor do meu pescoço e começou a me sufocar. Ele dizia: 'Tenho que fazer de você um exemplo'. Eu estava totalmente sem forças. Quando ele me soltou, apaguei", relembrou Molina.

Na manhã seguinte, segundo a ex-namorada do rapper, ele a forçou a fazer sexo com ele. "Eu fui ao banheiro depois e comecei a chorar. Meu rosto estava muito inchado, eu mal conseguia abrir os olhos", comentou.

Molina ainda recontou um incidente similar ocorrido em Nova York, quando 6ix9ine a agrediu dentro de um carro onde os dois passeavam com a pequena Saraiyah, então com três anos. Nesta ocasião, o empresário do rapper teve que acalmá-lo.

O elemento comum entre os relatos de Molina parece ser que as agressões de 6ix9ine começavam quando a namorada o confrontava sobre suas infidelidades. Segundo ela, o rapper uma vez "a arrastou pelos cabelos" pelo apartamento que eles dividiam após chegar tarde de um "passeio no clube de strip".

Molina diz que deixou 6ix9ine no começo de novembro, dias antes de sua prisão. Em uma foto na prisão, o rapper aparece "apalpando" sua nova namorada, Jade, uma das "amantes" que provocaram as brigas entre 6ix9ine e Molina.