PUBLICIDADE
Topo

Mulher que caiu de escada após se assustar com pôster de "Dexter" perde ação

Pôster da série "Dexter" - Reprodução
Pôster da série "Dexter" Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

05/02/2019 18h50

Uma mulher que se acidentou após se assustar com um pôster da série "Dexter" perdeu a ação na justiça contra a Showtime.

Em fevereiro de 2015, Anjanaffy Njewadda processou a emissora porque, segundo a vítima, um cartaz da produção estrelada por Michael C. Hall a deixou com tanto pânico que ela caiu das escadas da Grand Central, em Nova York (EUA).

O resultado do acidente foi um pé e um tornozelo machucados. O caso aconteceu em 2013 e a mulher alegou nos registros oficiais que a Showtime intencionalmente e negligentemente criou um risco para os pedestres, colocando uma imagem "perturbadora, provocante, chocante e indutora de medo" nas escadas.

O juiz Shlomo Hagler decidiu na última semana que não havia evidências para que a Showtime e a CBS fossem culpadas. Hagler ainda declarou que a MTA, a responsável por cuidar do transporte público dos Estados Unidos, também não tem culpa no caso. 

Estrelada por Michael C. Hall, "Dexter" conta a história de um analista da polícia de Miami que à noite vira um serial killer de criminosos. A série foi exibida originalmente entre 2006 e 2013, conquistando dois Globos de Ouro e dois Emmys.