PUBLICIDADE
Topo

Mulher acusa rapper Soulja Boy de sequestro; empresário do cantor nega

O rapper americano Soulja Boy - Brad Barket/PictureGroup
O rapper americano Soulja Boy Imagem: Brad Barket/PictureGroup

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

04/02/2019 11h21

O rapper Soulja Boy está sendo acusado de sequestro por uma mulher chamada Kayla. A informação foi divulgada pelo site americano TMZ.

Kayla disse que esteve na casa do rapper em Agoura Hills, nos arredores de Los Angeles, na última sexta-feira. Por volta das 2h30 de sábado, eles discutiram e ela foi expulsa do local.

A mulher saiu da casa, entrou no carro e deu marcha a ré. Kayla, no entanto, esbarrou no meio-fio e um assistente de Soulja teria ficado irritado com a situação e a agrediu.

De acordo com o TMZ, Soulja teria tentado separar a briga, mas Kayla alega que ele também a socou e a chutou quando ela estava no chão e, então, a arrastou para dentro da garagem e a amarrou em uma cadeira com um cabo. Kayla afirma que ficou presa por aproximadamente seis horas.

Quando, finalmente, Kayla foi solta, ela teria entrado em contato com a polícia e ido ao hospital tratar dos ferimentos, inclusive com três costelas fraturadas e uma concussão.

O site TMZ informou que a polícia confirmou que há uma investigação ativa de sequestro na manhã de sábado, mas não informou o nome da vítima. Vale lembrar que Soulja está em liberdade condicional de 5 anos por porte de armas. O empresário de Soulja negou as acusações para a reportagem.