PUBLICIDADE
Topo

José Padilha contará a história do jiu-jítsu e da família Gracie em filme da Netflix

O atleta Rickson Gracie vai ganhar um filme na Netflix dirigido por José Padilha - Reprodução
O atleta Rickson Gracie vai ganhar um filme na Netflix dirigido por José Padilha Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

01/02/2019 20h56

O diretor José Padilha foi escalado para fazer "Dead or Alive" ("Morto ou Vivo", em tradução livre), um filme sobre a história do jiu-jítsu para a Netflix. As informações são do THR.

O projeto internacional ainda terá roteiro do próprio Padilha ao lado de Peter Maguire. 

O enredo, segundo o THR, será focado em Mitsuyo Maeda e Rickson Gracie, dois atletas de diferentes gerações que ajudaram a desenvolver e popularizar a arte marcial.

Maeda foi uma espécie de embaixador das lutas que saiu do Japão e chegou ao Brasil no começo do século 20. Em uma demonstração, ele conheceu Carlos Gracie, que acabou ensinando o jiu-jítsu aos seus irmãos. Seu sobrinho, Rickson Gracie, é um ex-campeão que foi indicado ao Hall da Fama do MMA.

O cineasta José Padilha durante lançamento de "O Mecanismo" - Alexandre Loureiro/Getty Images - Alexandre Loureiro/Getty Images
O cineasta José Padilha durante lançamento de "O Mecanismo"
Imagem: Alexandre Loureiro/Getty Images

"Este é um filme com apelo universal e com personagens importantes da vida real", disse o produtor Greg Silverman em comunicado. "Rickson Gracie é um dos maiores lutadores de todos os tempos e estamos honrados em compartilhar sua história."

"Sou admirador de Padilha há anos, e estamos honrados por ele ter escolhido a [produtora] Stampede para colaborar em 'Dead or Alive' e para compartilhá-lo com o público global da Netflix", acrescentou.

Padilha trabalhou com a Netflix em "Narcos" e "O Mecanismo", mas ainda tem no currículo o documentário "Ônibus 174" e a saga "Tropa de Elite".

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do publicado anteriormente, o jiu-jítsu não é uma arte marcial mista e, sim, uma arte marcial. A informação foi corrigida.