PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Inhotim cancela reabertura nesta sexta; não há nova data definida

Vista aérea do Instituto Inhotim, em Brumadinho (MG) - Divulgação
Vista aérea do Instituto Inhotim, em Brumadinho (MG) Imagem: Divulgação

Da Agência Brasil

31/01/2019 12h38

O Instituto Inhotim divulgou em suas redes sociais um comunicado informando o cancelamento da reabertura que havia sido programada para sexta-feira (1º). Ainda não há nova data definida. O centro de arte sediado em Brumadinho (MG) foi evacuado após o rompimento da barragem da Vale, na sexta-feira (25), e encontra-se fechado desde então.

A barragem que se rompeu integrava a Mina Feijão. Os trabalhos de busca das vítimas estão sendo conduzidos pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. O último balanço divulgado aponta 84 mortos, dos quais 51 corpos já foram identificados. Há ainda 276 pessoas desaparecidas. 

No comunicado, o Inhotim afirmou que vem acompanhando de perto os desdobramentos do desastre e que está mobilizado para prestar apoio à comunidade e aos atingidos.

"A tragédia provocou impactos diretos no instituto, uma vez que, dos cerca de 600 funcionários que emprega, 80% moram na região. Desses, 41 têm familiares próximos desaparecidos ou com óbito declarado, e os demais procuram por amigos e pessoas conhecidas", registra o texto.

Sede de um grande acervo de arte contemporânea do Brasil, Inhotim é considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina. Ainda de acordo com o comunicado, uma nova data de reabertura será informada quando o instituto encontrar o momento propício para receber novos visitantes.

"Sendo uma instituição referência na região e entendendo que o desastre deixará marcas profundas e duradouras, o Inhotim está ciente que terá um papel crucial na recuperação de uma cidade abalada nos próximos anos. Cultura, arte, meio ambiente e educação são fundamentais para o desenvolvimento humano e da sociedade e continuarão sendo ponto de partida para a definição de ações futuras", acrescenta.

Entretenimento