PUBLICIDADE
Topo

Felipe Araújo promete parceria internacional em nova versão de "Atrasadinha"

Felipe Araújo lança segunda parte do DVD "Por Inteiro", gravado no Rio de Janeiro - Francisco Silva e Denilson Santos/AgNews
Felipe Araújo lança segunda parte do DVD "Por Inteiro", gravado no Rio de Janeiro Imagem: Francisco Silva e Denilson Santos/AgNews

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

24/01/2019 15h00

"Atrasadinha" vai virar "Atrasadita" e ganhar uma nova versão em espanhol em breve. E Felipe Araújo vem mais uma vez acompanhado. Depois da parceria com Ferrugem, lançada na primeira parte do DVD "Por Inteiro", o sertanejo diz que seu próximo convidado "tem um peso enorme no cenário internacional", sem ainda revelar o nome do artista estrangeiro.

A música vai ganhar uma outra batida para se adequar ao estilo urbano latino-americano com um toque de reggaeton. A produção é do uruguaio Augusto Cabrera e Erika Ender, coautora do fenômeno "Despacito", adapta a letra, que será cantada em espanhol também pelo brasileiro.

A novidade também é um dos primeiros passos para a carreira internacional, que Felipe Araújo almeja conquistar. Ele já havia dado o primeiro passo rumo ao mercado latino no final do ano passado com o single "Viral Pisadinha", em que canta com o panamenho Joey Montana. "Essa música abriu o leque, tenho pensado demais em carreira internacional", admite o cantor, pronto para lançar "Atrasadita" e apresentá-la em uma turnê na Europa.

Música mais tocada do país

Em português, a parceria de Felipe Araújo com o pagodeiro Ferrugem o manteve no topo da lista das 50 músicas mais tocadas do Brasil no Spotify durante oito semanas consecutivas. Nesta semana, "Atrasadinha" deu uma rasteira no hit "Jenifer" e recuperou o primeiro lugar.

"'Atrasadinha' me ajudou a realizar vários sonhos, mudou a minha carreira de patamar. É uma música que fala de amor de uma forma leve, de uma forma pura. O fato de ter misturado pagode e sertanejo também ajudou, pois são dois estilos que são unanimidade no Brasil, todo mundo curte", diz Felipe sobre o sucesso.

"A 'Jenifer' veio aí e tentou dar uma rasteira, passou ela um pouco, mas estamos de volta", brinca o cantor sobre a liderança. "Tem uma disputa, mas é uma disputa saudável. O Gabriel Diniz (intérprete de 'Jenifer') é um grande amigo meu."

Ainda curtindo o sucesso de "Atrasadinha", Felipe Araújo já se prepara para tentar bater o próprio recorde com as novas músicas de trabalho. Ele acaba de lançar a segunda parte do DVD e faz o show de estreia da turnê de "Por Inteiro" na noite desta quinta-feira (24) no Villa Country, em São Paulo, com ingressos quase esgotados.

A grande aposta da nova metade do disco é "Espaçosa Demais", sua atual música de trabalho. "É muito difícil mensurar quando se fala de música, pois não depende só da gente e sim de muitos fatores, além da opinião do público. Mas uma música que gosto muito e é uma das minhas favoritas neste DVD é a 'Espaçosa Demais' por se encaixar mais com a minha vida e o meu estilo."

O cantor ainda diz que sua favorita já estava escolhida desde a seleção do repertório, de 21 músicas. "Não sei se vai passar 'Atrasadinha', mas torço para que também toque o coração de muitas pessoas."

Apesar da preferência, Felipe também tem outras apostas, principalmente de olho no Carnaval. A música "Aerocorpo", parceria com o baiano Leo Santana, e "Breguinha", que ele carinhosamente apelidou de "Tecladinho" por causa do ritmo. "Ela ainda não tem clipe, mas acho que vai dar o que falar por ser muito pra cima", acredita o artista.

Credibilidade de Lan Lanh

O DVD ainda traz a inusitada participação da Lan Lanh, convidada por Emanoel Camargo, o empresário de Felipe. É a primeira vez que a percussionista trabalha com um artista da música sertaneja.

"Trabalhar com a Lan Lanh foi uma das melhores experiências da minha vida e da minha carreira. Ela é impressionante como pessoa, como musicista, muito talentosa. E trouxe muita credibilidade ao meu DVD. A Lan Lanh já trabalhou com os melhores artistas da música brasileira: Gilberto Gil, Cássia Eller, Milton Nascimento. O mundo dá muitas voltas. Via ela na televisão desde que sou pequeno, nunca imaginei na vida que um dia trabalharíamos juntos. Quem sou eu? Mas ela topou e a energia que trouxe também ajudou no sucesso que o DVD está fazendo", acredita.

Apesar da mistura de ritmos e da carreira solo (ele já teve uma dupla durante quatro anos), Felipe ainda se vê essencialmente como um artista sertanejo.

"No meu DVD, por mais que tenham músicas de outros estilos, a maior parte ainda é sertaneja. Eu tento não me prender a isso, mas com certeza a minha essência é essa. Sou apaixonado, cresci ouvindo Zezé Di Camargo e Luciano, Bruno e Marrone e outras duplas. O sertanejo invadiu todos os lugares e se tornou unanimidade. Já tem um tempo que todo mundo curte sertanejo. Eu tenho quatro anos de carreira solo e desde o começo faço show em todo lugar. Já dominou todos os cantos do Brasil."