PUBLICIDADE
Topo

Mãe de Melody diz ser contra "erotização" das filhas e culpa o pai delas

Melody e Bella Angel com a mãe, Glória, e o pai, MC Belinho - Reprodução/Instagram/@belinhooficial
Melody e Bella Angel com a mãe, Glória, e o pai, MC Belinho Imagem: Reprodução/Instagram/@belinhooficial

Maurício Dehò

Do UOL, em São Paulo

22/01/2019 10h09

Em meio a novas polêmicas envolvendo o nome da funkeira mirim MC Melody, que havia sido banida do canal no YouTube de Felipe Neto, a mãe da garota, Glória Severino, quebrou o silêncio e disse ser contra a "exposição e erotização" de suas duas filhas. Em entrevista ao jornal "Extra", Glória afirmou que o pai das garotas tomou frente no cuidado da carreira de ambas, e que se viu sem chance de mudar o quadro que se desenrolava. Na segunda-feira, o perfil de Melody no Instagram foi retirado do ar.

"Nunca fui a favor [da sensualização]. Sempre fui contra. Reclamava quando elas usavam roupas curtas, mas elas batiam o pé e o pai também. Nunca consegui ser presente nessa questão da carreira das duas porque estava trabalhando. De repente, comecei a ver minhas filhas com muita exposição e erotização. Reclamava muito. O problema é que ele [Thiago Abreu, conhecido como Belinho] nunca me escutou", disse Glória ao "Extra".

Glória é mãe de Melody e de Bella Angel, de 14 anos, também cantora. Segundo o "Extra", ela é casada com Thiago Abreu há 16 anos e ainda vive com ele em São Paulo, mas, de acordo com o jornal, prepara um pedido de divórcio, por causa de um caso extraconjugal do marido.

"Sempre deixei ele [Thiago] à frente da carreira delas. Ele é um bom pai, mas começou a mudar o estilo da Melody principalmente depois desse relacionamento. Tudo passou a piorar do meio do ano passado para cá", afirmou ela. "As crianças ficam contra mim porque o pai apoia tudo o que elas fazem e eu não. Elas dizem que se a carreira delas acabar, a culpa é minha. Minhas filhas não estão emocionalmente bem. Sempre me senti chantageada."

Glória negou que a filha tenha feito cirurgias e diz que Melody se desenvolveu naturalmente nos últimos anos. A mãe pretende pedir a guarda das filhas e cuidar da carreira delas. "Elas precisam ter uma estrutura maior, a mãe do lado. Eu apoio minha filha cantar, mas não essa sensualização. Vamos trabalhar dentro da lei", concluiu.

Melody viu seu nome voltar ao noticiário na última semana, quando o youtuber Felipe Neto baniu a cantora de seu canal por causa do apelo sexual. 

No dia seguinte, Neto divulgou um comunicado afirmando que entrou em acordo com Thiago, pai da artista. "Felipe propôs um acompanhamento pedagógico e psicológico das cantoras a ser realizado por profissionais especializados em educação infantil. Além disso, uma blindagem dos conteúdos publicados pelas influenciadoras, de apenas 11 e 14 anos, com o intuito de remover todo tipo de publicação que possa comprometer a inocência compatível com suas idades", escreveu o youtuber, através de sua assessoria.

Com as minhas bb's ❤️ @melodyoficial3 @belinhooficial @bellaangeloficial

Uma publicação compartilhada por Belinho (@belinhooficial) em