Topo

Morre Marciano, lenda da música sertaneja, aos 67 anos, em São Paulo

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

18/01/2019 08h11

O cantor sertanejo José Marciano, da dupla João Mineiro & Marciano, morreu na madrugada desta sexta-feira (18), aos 67 anos, vítima de um infarto. Ele morreu dormindo em casa, em São Caetano (SP), por volta das 2h da manhã. Segundo familiares, Marciano não demonstrava nenhum problema grave de saúde.

Chamado de "O Inimitável", ele ficou famoso por dar voz a canções como "Crises de Amor", "Paredes Azuis", "Menina Escuta Meu Conselho" e por ser um dos autores de "Fio de Cabelo". Desde os 16 anos Marciano fez parceria com João Mineiro e já na década de 1970 começou a se destacar no cenário sertanejo.

A equipe do cantor confirmou a morte em um comunicado postado no Instagram. "Perde-se um grande músico, compositor, marido e amigo, que fez história e marcou a música sertaneja brasileira", diz o texto.

Nas redes sociais, Milionário lamentou a perda do amigo. "Sua obra jamais será esquecida", disse. Outros sertanejos também prestaram homenagens, como os cantores Daniel e Rionegro e a dupla Carreiro & Capataz.

Marciano está sendo velado na Câmara dos Vereadores de São Caetano do Sul, das 15h às 17h, aberto ao público. Ele será enterrado às 19h no Cemitério das Lágrimas.

Marciano deixa a mulher Alexandra, as filhas Marci Marciano, Marcia Anny e o filho Fabiano.

Em entrevista ao UOL, em 2016, Marciano relembrou o início da carreira. "Tudo era muito difícil para gente. Até nosso sertanejo começar a se consolidar, no fim dos anos 1970, início dos 1980, só o circo nos dava espaço. É um tributo nosso a eles. O circo é nossa raiz", contou.

Após a morte de João Mineiro em 2012, Marciano formou dupla em 2016 com Milionário, que também já havia perdido o companheiro de dupla José Rico, em 2015. Juntos, Milionário & Marciano saíram em turnê pelo Brasil com o projeto "Lendas", empresariado por Sorocaba, da dupla Fernando & Sorocaba.

"Nos juntamos para provar para o Brasil inteiro que nunca é tarde para se começar uma nova história. Por enquanto está dando certo", disse Marciano em 2016 sobre a formação da nova dupla, em entrevista ao "The Noite".

O filho do cantor, Fabiano Martins, que não mantinha uma boa relação com o pai, postou no Instagram uma nota lamentando a morte. "Morre um dos maiores cantores sertanejo desse país. E é com uma imensa tristeza que informo aos meus amigos que meu pai sofreu um infarto fulminante nessa madrugada e foi morar com Deus. João Mineiro e Marciano ficará eternizado em nossos corações", escreveu.

Mais Sertanejo