PUBLICIDADE
Topo

Tom Hiddleston acredita que "Vingadores: Guerra Infinita" foi a redenção de Loki

Loki ainda é uma incógnita em "Vingadores: Guerra Infinita" - Reprodução
Loki ainda é uma incógnita em "Vingadores: Guerra Infinita" Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

14/01/2019 19h24

Um dos personagens mais complexos das sagas "Vingadores" e "Thor", Loki arrancou suspiros e ao mesmo tempo deu motivos para ser criticado. E tudo isso porque ora o Deus da Trapaça se colocava ao do lado dos heróis e ora como um vilão.

Em entrevista ao site SyFy Wire, Tom Hiddleston falou um pouco sobre seu personagem no Universo Cinematográfico da Marvel e como sua morte em "Vingadores: Guerra Infinita" provou qual lado ele realmente estava.

"Eu acho que o primeiro filme realmente o humaniza e deixa o resto da jornada muito mais interessante", opinou Tom. "Faz com que você sempre pense que ele pode ser puxado de volta, pode se redimir e, em minha opinião, ele acabou se redimindo em 'Guerra Infinita'".

Para quem não se lembra, Loki tenta matar Thanos para salvar Thor logo no primeiro trecho do filme. Apesar do esforço, Loki é assassinado pelo Titã Louco. Caso ele esteja realmente morto, é um final heroico para um personagem tão polêmico.

Uma série centrada em Loki está sendo desenvolvida para o serviço de streaming Disney+. "Vingadores: Ultimato" chega aos cinemas em 25 de abril.