Topo

Vingadores


"Vingadores: Ultimato" aconteceu há 50 anos nas HQs com uma Liga da Justiça fake

Reprodução
Robert Downey Jr. em cena de "Vingadores: Ultimato" Imagem: Reprodução

Rodolfo Vicentini

Do UOL, em São Paulo

2019-01-12T04:00:00

12/01/2019 04h00

"Vingadores: Ultimato" ("Avengers: Endgame", na versão original) chega aos cinemas em 25 de abril de 2019, mas há 50 anos os quadrinhos já contaram uma história com este mesmo título. E o melhor: com uma Liga da Justiça falsa.

As edições 69,70 e 71 dos "Vingadores" foram lançadas nos Estados Unidos em 1969, escritas por Roy Thomas e com artes de Sal Buscema e Sam Grainger. A trilogia tinha o último capítulo chamado de "Endgame!", e contava a história do grupo de heróis da Marvel sendo sequestrado pelo velho inimigo Kang, o Conquistador.

Chegando ao palácio do vilão, Capitão América, Thor, Homem de Ferro, Golias (identidade temporária do Clinton Barton/Gavião Arqueiro), Jaqueta Amarela, Visão e a Vespa descobrem que Kang deixou o amor de sua vida, Ravonna, em uma câmara especial, provando que ela não estava realmente morta como todos pensavam.

Reprodução
Trecho da HQ "Vingadores #69", lançada em 1969 Imagem: Reprodução

Acontece que um misterioso ser cósmico, o então estreante Grão-Mestre, deu a oportunidade para o antagonista reviver Ravonna, mas propôs um desafio: os campeões de Kang (os Vingadores) teriam que enfrentar os campeões do Grão-Mestre em uma batalha épica, nos moldes de uma disputa de xadrez. Se Kang ganhasse, ele teria a amada de volta. Porém, caso Thor e companhia perdessem, a Terra seria destruída. Simples assim.

Esse aí não parece o Batman?

As "peças" do Grão-Mestre eram os vilões do Esquadrão Sinistro, uma versão pastelona da Liga da Justiça, da DC. O grupo foi criado como uma tentativa de Roy Thomas, ao lado de Denny O'Neil (na época roteirista da DC), de introduzirem um crossover secreto entre as duas maiores editoras de quadrinhos.

Cada integrante do Esquadrão Sinistro remete a um personagem da Liga da Justiça: Hyperion, com uma "visão atômica", é Superman; Nighthawk, com capa, "chifrinhos" e um gavião no peito, tem um quê do Batman; Doctor Spectrum guarda um alienígena em uma joia, lembrando muito o Lanterna Verde; e Whizzer pode ser comparado ao Flash pela impressionante velocidade.

A ideia era que o caso contrário também acontecesse, ou seja, que O'Neil conseguisse introduzir sua versão dos Vingadores nos quadrinhos da Liga da Justiça, mas nada feito. A DC barrou a ideia e o que foi visto em "Liga da Justiça #75" foram os heróis enfrentando suas próprias versões malévolas. Ainda assim, o roteirista conseguiu dar uns pitacos aqui e acolá. O "Batman mau" tinha uma espécie de escudo, igual ao Capitão América, enquanto o "Gavião Negro mau" era linguarudo igual ao Homem de Ferro.

Por fim, em "Vingadores #71", os Vingadores conseguem vencer o Esquadrão Sinistro (é claro), mas são traídos por Kang. O grupo só foi salvo realmente após o Cavaleiro Negro viajar para o futuro graças à sua ligação com a Espada de Ébano, que tinha sido "roubada" sem querer pelo Golias.

O autor explica o nome da HQ

Um dos principais nomes da história dos quadrinhos, Roy Thomas trabalhou em inúmeros projetos da Marvel e da DC, e explicou de onde tirou o nome "Endgame" ("fim do jogo", em tradução livre).

Reprodução
Trecho da HQ "Vingadores #71", lançada em 1969 Imagem: Reprodução

"Eu fiquei muito feliz quando descobri o título oficial do quarto filme dos Vingadores. Quando eu estava no colégio, eu aprendi sozinho a jogar xadrez e foi onde peguei o termo 'endgame' [momento do jogo em que poucas peças restam no tabuleiro, e o rei está mais desprotegido]", disse o experiente roteirista de 78 anos ao site CBR.

O especial de três partes dos "Vingadores", que chegou às bancas há 50 anos, foi o único "Endgame" do grupo de heróis, mas a Marvel já usou o termo inúmeras vezes em outros quadrinhos. A história permaneceu inédita no Brasil até 2007, quando foi incluída no especial "Os Maiores Clássicos dos Vingadores nº 3", publicado pela Panini, com o nome de "Fim de jogo!".

Ainda não está claro, apenas com o primeiro teaser, se "Vingadores: Ultimato" terá algum elemento da história clássica de Roy Thomas, mas rumores indicam que a viagem no tempo pode ser um dos fatores essenciais para os heróis conseguirem vencer o poderoso Thanos nas telonas. Há quem diga também que o Cavaleiro Negro pode ser um estreante no Universo Cinematográfico da Marvel.

"Vingadores: Ultimato" chega aos cinemas em 25 de abril.

Mais Vingadores