Topo

Geek

Ator de "Deuses Americanos" lembra cena de briga que durou 8h e sexo gay

Mariana Tramontina/UOL
Ricky Whittle, da série "American Gods", visitou o estúdio do UOL na CCXP Imagem: Mariana Tramontina/UOL

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

06/12/2018 14h27

Serviço de streaming Amazon Prime Video apresentou nesta quinta-feira (6) durante a CCXP 2018 (Comic Con Experience) o painel da série "Deuses Americanos", que contou com a participação do ator Ricky Whittle. O ator interpreta um dos personagens principais, o ex-presidiário Shadow Moon. Nesta quarta-feira, ele já havia participado de uma entrevista ao vivo no estande do UOL Geek na CCXP. 

Bastante simpático, Whittle brincou com a plateia e perguntou se alguém se lembrava dele na série "The 100", que ele participou. "Eu era muito magro naquela série. Agora olhem para mim, vejam como estou forte", brincou. "Para fazer esse papel de Shadow Moon, eu tive que ganhar muita massa muscular. Meu personagem tinha que ser mais agressivo, mais durão". 

O ator voltou a falar que vai ficar completamente nu na série. Vocês verão o "moon" do Shadow, num trocadilho com o sobrenome do personagem, que significa "Sombra da Lua". "Eu vou mostrar tudo. Inclusive a parte da luuuuua", brincou. 

O QUE ROLOU NA CCXP

O painel, no entanto, trouxe poucas revelações sobre a segunda temporada, com previsão de estreia para 11 de março. Whittle relembrou, principalmente, de cenas da primeira temporada e dos bastidores da gravação. Uma delas, foi uma cena de briga de bar feita com o ator Pablo Schreiber que precisou de oito horas para ser filmada. "Depois eu estava tão cansado que fiquei na banheira por várias horas para acalmar", contou. 

Siga o UOL no

O ator mostrou ainda uma cicatriz no pulso causada por uma garrafa que deveria ser de vidro cenográfico, mas que cortou de verdade. "Espirrou tanto sangue que eu precisei levar pontos. O Pablo também se machucou e ficou com a cabeça sangrando e teve que ir parar no hospital. Lá, eles fecharam a cabeça dele e voltamos a filmar. Foi uma cena longa e fantástica". 

Whittle contou da polêmica cena de sexo gay entre dois árabes, ocorrida também na primeira temporada. Na cena, uma entidade árabe chamada Jinn faz sexo com um muçulmano "É uma cena que chocou, mas não deveria. É normal. Todas as culturas, todos relacionamentos, tudo é lindo. Só porque eu acredito em um deus, não significa que o meu é certo e o seu não. Espero que um dia poderemos respeitar todas as religiões". 

Sobre a segunda temporada, uma das poucas coisas que Whittle adiantou foi sobre o personagem Mr. Wednesday. "Ele está na funerária com senhor Ibis e todos estão nervosos. Daí tem uma cena com o ator Orlando Jones, que interpreta o Sr. Nancy e juntos eles vivenciam um período da escravidão americana. É bem forte essa cena. Alguém vai se decepcionar e algo vai explodir", resume.