PUBLICIDADE
Topo

"Sabrina" original não retornaria para a série: "Tivemos o melhor final"

Melissa Joan Hart em "Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira" (1996-2003) - Divulgação
Melissa Joan Hart em "Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira" (1996-2003) Imagem: Divulgação

Caio Coletti

Colaboração para o UOL

26/10/2018 14h16

A atriz Melissa Joan Hart, que interpretou a personagem-título de "Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira", diz que não retornaria para o papel se alguém propusesse a volta da série, que ficou originalmente no ar entre 1996 e 2003.

Falando à "Entertainment Weekly", Hart disse que a comédia "teve o melhor final possível". "Ela saiu por aí em uma motocicleta com Harvey, ao som de uma música do No Doubt, deixando um casamento para ir para outro. É um final perfeito", comentou.

Leia também

Relembrando a sua época na série, Hart refletiu sobre os "muitos ótimos momentos no set". "O interessante é que eu não me identificava muito com Sabrina, mas eu amava as confusões em que ela se metia. Ela foi Rapunzel, fez parte do Crique du Soleil, entrou em 'Alice no País das Maravilhas'. Todo dia nas filmagens era uma aventura", disse.

Hart cita o episódio "Pancake Madness", da terceira temporada, como seu preferido. Nele, Sabrina descobre que herdou o vício em panquecas que passa de geração em geração na sua família.

"Foi muito divertido. Eu me lembro de fuçar uma lata de lixo, e ter uma mulher dançando ao meu redor em um restaurante de panquecas. Foram momentos divertidos e tolos, comédia física. Os roteiros eram muito bons. Sabíamos quando um episódio seria ótimo porque a equipe de filmagens continuava rindo mesmo depois de já ter ouvido as piadas mil vezes nos ensaios", relembrou a atriz.

Ela ainda se lembrou que, como produtora da série, podia "dar um jeitinho" de chamar os seus ídolos para participações especiais. "Eu pude me cercar de amigos e pessoas que eu respeitava. Trabalhar com Dick van Dyke e Garry Marshall foi muito divertido. Eu conheci Blondie e cantei 'One Way or Another'. Conheci os Monkees e Violent Femmes. Eu meio que realizei todos os meus sonhos", brincou.

Depois de "Sabrina", Hart emplacou outro sucesso na TV com "Melissa & Joey", que ficou no ar entre 2010 e 2015. No ano seguinte ao cancelamento, foi uma das estrelas da sequência "Deus Não Está Morto 2". No ano que vem, vai aparecer na sitcom "No Good Nick", da Netflix, ao lado de Sean Astin.

Enquanto isso, o serviço de streaming estreou nesta sexta-feira (26) uma nova versão da série dos anos 90, intitulada "O Mundo Sombrio de Sabrina". A série, mais voltada para o terror do que para a comédia, tem Kiernan Shipka ("Mad Men) no papel título.