Topo

Música

Gloria Groove relembra namoro abusivo, tema do clipe "Apaga a Luz"; assista

Rodolfo Magalhães
Gloria Groove no clipe "Apaga a Luz" Imagem: Rodolfo Magalhães

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

02/10/2018 20h12

Gloria Groove lançou nesta terça-feira (2) o clipe "Apaga a Luz", em que ela trabalha como garçonete e vive um romance conflituoso com o namorado, que não a aceita como drag queen. Para a cantora, o vídeo mexe com uma lembrança ruim de seu passado, quando manteve um relacionamento abusivo.

"Já tive um relacionamento bem abusivo, em que não podia nem chamar o meu namorado de 'amor' na casa dele. Ali, eu era um amigo. Só eu sei o quanto isso me acabou, mas sei que acontecem coisas muito mais escabrosas com outras pessoas. Isso é uma pontinha do iceberg de como uma coisa abusiva pode deixar marcas para a vida inteira. Que bom que tenho meu trabalho como plataforma para falar sobre isso e 'Apaga a Luz'", conta ao UOL.

A drag queen, que costuma fazer críticas à sociedade preconceituosa em seus versos, gostou de como pôde usar "Apaga a Luz" para se manifestar contra namoros abusivos vividos por muitos homossexuais que se veem obrigados a reprimir a feminilidade.

"Nós, as bichas afeminadas, travestis, transexuais, drags, muitas vezes passamos por isso, esse encontrão de interesses que acontece entre os afetos que temos na vida, porque muitas vezes a pessoa não está disposta a te assumir de fato. Quando vi em 'Apaga a Luz' a chance de falar sobre isso, tudo mudou para mim, a coisa fez completamente sentido", afirma.

Rodolfo Magalhães
Gloria Groove como garçonete no clipe "Apaga a Luz" Imagem: Rodolfo Magalhães

Diretor também viveu namoro abusivo

Diretor queridinho das divas do pop brasileiro, como Iza, Ludmilla e Aretuza Lovi, Felipe Sassi teve a ideia de transformar "Apaga a Luz", uma canção romântica, em um conflito amoroso. Ele se inspirou na história de Gloria Groove e no próprio relacionamento abusivo que viveu para rodar o clipe.

"Contamos a história do Daniel [Garcia], verdadeira identidade da Gloria. Ele trabalha como a drag queen Gloria em uma lanchonete que exalta a diversidade. Mostramos um rapaz que não aceita esse lado feminino. Trago uma história pessoal minha. Já tive um relacionamento em que o cara mandava desdobrar minha calça e abaixar meu topete porque eu era muito gay. Você tem que ser o que realmente é", critica Sassi.

Cenas quentes com Taiguara

Rodolfo Magalhães
Taiguara Nazareth namora Gloria Groove no clipe "Apaga a Luz" Imagem: Rodolfo Magalhães
No escurinho de "Apaga a Luz", Gloria Groove protagoniza cenas quentes com Taiguara Nazareth, ex-"Casa dos Artistas" (SBT) e ator da série "Samantha!" (Netflix). Ele admitiu ao UOL ter sido difícil beijar a colega desmontada, mas para a cantora foi uma ótima oportunidade para voltar a atuar, desde quando iniciou a carreira como drag queen, há quase quatro anos.

"Tive que trabalhar o choro em cena, algo que não fazia há anos, desde os 11 anos, em 'Bicho do Mato'", diz Gloria, lembrando seu papel na novela exibida pela Record em 2006.

As cenas quentes com Taiguara, porém, não incomodaram o noivo de Gloria Groove, Pedro Lopes. "Ele estava completamente por dentro de tudo que iria acontecer, não dá para ter nenhuma surpresa na hora. E mesmo se tivesse, acho que ele entende 100% qual é o meu ofício, do que minha carreira fala e como isso impacta na nossa vida. Sinto que ele estava numa boa, ele me ajuda, está sempre como meu braço direito mesmo", elogia.